• Deus, um delírio - Richard Dawkins
    Deus, um delírio
    Richard Dawkins

    O biólogo Richard Dawkins usa seu conceito de memes (idéias que agem como os genes) e o darwinismo para propor explicações à tendência da humanidade de acreditar num ser superior. E desmonta um a um, com base na teoria das probabilidades, os argumentos que defendem a existência de Deus (ou Alá, ou qualquer tipo de ente sobrenatural), dedicando especial atenção ao design inteligente, tentativa criacionista de harmonizar ciência e religião.Em "Deus, um Delírio" o autor mostra como a religião alimenta a guerra, fomenta o fanatismo e doutrina as crianças.

  • História Geológica da Vida - A. Lee McAlester
    História Geológica da Vida
    A. Lee McAlester

    A origem e o desenvolvimento da vida primitiva; A transição das substâncias inanimadas para os sistemas vivo; A origem e o desenvolvimento da vida primitiva; A vida pré-cambriana; A atmosfera primitiva como fator determinante da vida; A diversificação da vida; Os primeiros conceitos; Darwin e a Seleção natural; O desenvolvimento da genética; A evolução e o registro paleontológico; Vida no mar; Os tipos de seres viventes dos mares; Fósseis marinhos e fossilização; Vegetais marinhos; Invertebrados do paleozóico inferior; Modernização dos invertebrados marinhos; A transição para o continente; Transição das plantas; Invertebrados terrestres; A origem dos vertebrados; A história da evolução dos peixes; Anfíbios, os vertebrados de transição; Plantas terrestres; Fossilização das plantas continentais; As plantas sem sementes da era paleozóica; As primeiras plantas com sementes; O desenvolvimento e o apogeu das plantas providas de flores; Os Répteis e mamíferos; Répteis primitivos; Dinossauros e outros répteis dominantes; As origens dos mamíferos; A diversificação dos mamíferos; O Homem; As origens e as adaptações dos primates; Macacos e Hominóides pré-pleistocênicos; A expansão do homem durante o pleistoceno; A evolução da cultura humana; Apêndice: Classificação dos organismos; Bibliografia recomendada; índice Alfabético; Escala geológica do tempo.

  • O Gene Egoísta - Richard Dawkins
    O Gene Egoísta
    Richard Dawkins

    O mundo do gene egoísta é um mundo de competição selvagem e exploração impiedosa. Mas que dizer então dos actos de aparente altruísmo que encontramos na natureza -- as abelhas que cometem suicídio para proteger a colmeia ou os pássaros que arriscam as vidas para avisar os bandos da aproximação de um falcão? Será que contradizem a lei fundamental do egoísmo dos genes? De forma alguma: Dawkins demonstra que o gene egoísta é também um gene subtil. E acalenta a esperança de que a nossa espécie -- e apenas ela -- consiga rebelar-se contra os desígnios do gene egoísta. Este livro é uma chamada às armas. É um manual e um manifesto, e agarra o leitor como um thriller. Este livro pode -- e deve -- ser lido por quase toda a gente. Descreve com grande talento o novo rosto da teoria da evolução.

  • O Mundo Assombrado pelos Demônios
 - Carl Sagan
    O Mundo Assombrado pelos Demônios
    Carl Sagan

    Professor de astronomia e ciências espaciais na Cornell University e autor de dezenas de livros e artigos, o norteamericano Carl Sagan dedicou a vida ao desenvolvimento e divulgação da ciência, recebendo diversos prêmios e medalhas por essa contribuição. Preocupado com o vírus do analfabetismo científico, que faz com que hoje muitos acreditem em explicações místicas e ficções, Sagan reafirma o poder positivo e benéfico da ciência e da tecnologia, revidando com informações surpreendentes, transmitidas de forma clara e irreverente. Tradução de Rosaura Eichemberg.

  • Quebrando o Encanto: a religião como fenômeno natural
 - Daniel Dennett
    Quebrando o Encanto: a religião como fenômeno natural
    Daniel Dennett

    O livro de Dennett se insere em um dilema humano que está longe do seu fim. No entanto, não se trata de uma obra que explore a polêmica fácil, nem tampouco panfleto ateísta desinformado. Trata-se de uma obra de divulgação científica e de reflexão filosófica de enorme valor que busca criar um debate ativo entre ateus e religiosos. Como define o próprio Dennett, trata-se de um ?guia do consumidor religioso? em que, em vez de negar a religião, busca quebrar seu encanto. Mesmo escolhendo um lado, o autor o faz sem que as trincheiras fiquem ainda mais profundas.

  • Tábula Rasa: a negação contemporânea da natureza humana
 - Steven Pinker
    Tábula Rasa: a negação contemporânea da natureza humana
    Steven Pinker

    Steven Pinker é um dos mais respeitados nomes da ciência cognitiva e dos estudos da linguagem aplicados à neurociência . Seus ensaios tem grande aceitação na comunidade acadêmica e também no público em geral. Em Tábula Rasa, Pinker enfrenta o debate "natureza versus criação". O autor ataca três dogmas fortemente arraigados na cultura ocidental: a ideia de que a mente de um recém nascido é uma "tábula rasa" a ser preenchida pelos pais e pela sociedade; a concepção de que o homem em seu estado primitivo é um bom selvagem; e a crença de que a alma imaterial dotada de livre árbitrio é a única responsável pelas ações do indivíduo. O autor descreve a evolução histórica dessas três ideias, originadas respectivamente das concepções de Johhn Locke, de Rousseaou e da religião. Pinker demonstra como elas se estabeleceram de forma inquestionável até comporem uma espécie de "doutrina oficial", que hoje influencia não só a criação dos filhos, mas também a vida política. Pinker recorre a autores como Darwin, Kant, Shakespeare e até a personagens dos quadrinhos como Calvin e Haroldo, para defender a idéia de uma natureza humana alicerçada na biologia. Segundo essa concepção, o ser humano nasce equipado com um conjunto de informações genéticas que direciona o seu desenvolvimento. Em cada indivíduo, a natureza humana, regida pela biologia, sofre influências da cultura e da sociedade - e é da interação de ambas que resultam personalidade e comportamento.