fórum.ateus.network: Poesia - fórum.ateus.network

Ir para

  • (23 Páginas) +
  • Primeiro
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • Novo tópico
  • Responder

Poesia Alguém gosta de ler ou escrever poesia'

#421 Membro offline   nobody Ícone

  • Sem título
  • PipPipPipPipPipPip
  • Ver galeria
  • Grupo: Membro
  • Posts: 759
  • Cadastrado: 30/09/2009
  • Gender:Female

Postou 23/01/2014 - 13:10

Ver postMinerva, em 14/01/2014 - 15:18, disse:

Passem dias, meses e anos
amadureçam se as ilusões da vida
Prossiga ela sempre dividida
entre compensações e desenganos

Ser é apenas uma face do não ser
e nào do ser... desde o instante em que se nasce
Ja se começa a morrer...

(deve ser de algum niilista)



Vinicius de Morais (Soneto do Aniversário) e Cassiano Ricardo (O relógio) eram niilistas?



0

#422 Membro offline   Minerva Ícone

  • experiente
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Banido
  • Posts: 367
  • Cadastrado: 15/08/2013
  • Gender:Male

Postou 23/01/2014 - 17:07

A poesia as vezes rima com algumas singularidades...
Não acredito que estes poetas tenham sido castrados :P

#423 Membro offline   Marcia Helena Ícone

  • demented
  • PipPipPipPipPipPipPipPip
  • Grupo: Membro
  • Posts: 2.660
  • Cadastrado: 26/02/2008
  • Gender:Female
  • Location:Rio de Janeiro
  • Interests:Eu gosto de Física, astronomia e música.

Postou 25/01/2014 - 06:47

Do povo buscamos a força
- Jorge Rebelo

Não basta que seja pura e justa
a nossa causa
É necessário que a pureza e a justiça
existam dentro de nós.

Dos que vieram
e conosco se aliaram
muitos traziam sombras no olhar
intenções estranhas.

Para alguns deles a razão da luta
era só ódio: um ódio antigo
centrado e surdo
como uma lança.

Para alguns outros era uma bolsa
bolsa vazia (queriam enchê-la)
queriam enchê-la com coisas sujas
inconfessáveis.

Outros viemos.
Lutar pra nós é ver aquilo
que o Povo quer
realizado.
É ter a terra onde nascemos.
É sermos livres pra trabalhar.
É ter pra nós o que criamos
Lutar pra nós é um destino -
é uma ponte entre a descrença
e a certeza do mundo novo.

Na mesma barca nos encontramos.
Todos concordam - vamos lutar.

Lutar pra quê?
Pra dar vazão ao ódio antigo?
ou pra ganharmos a liberdade
e ter pra nós o que criamos?

Na mesma barca nos encontramos
Quem há-de ser o timoneiro?
Ah as tramas que eles teceram!
Ah as lutas que aí travamos!

Mantivemo-nos firmes: no povo
buscáramos a força
e a razão

Inexoravelmente
como uma onda que ninguém trava
vencemos.
O Povo tomou a direção da barca.

Mas a lição lá está, foi aprendida:
Não basta que seja pura e justa
a nossa causa
É necessário que a pureza e a justiça
existam dentro de nós.
"Sobrenatural é a "explicação" de preguiçosos"
0

#424 Membro offline   Qualcuno Ícone

  • master
  • PipPipPipPipPipPip
  • Grupo: Membro
  • Posts: 796
  • Cadastrado: 03/10/2013
  • Gender:Male

Postou 25/01/2014 - 08:14

Na bruma leve das paixões
Que vêm de dentro
Tu vens chegando
Prá brincar no meu quintal
No teu cavalo
Peito nu, cabelo ao vento
E o sol quarando
Nossas roupas no varal
1

#425 Membro offline   Minerva Ícone

  • experiente
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Banido
  • Posts: 367
  • Cadastrado: 15/08/2013
  • Gender:Male

Postou 25/01/2014 - 14:16

Compositor: Nonato Luiz e Sérgio Natureza

Rubi Grená (Fagner)

Deve ser diamante o teu coração
lapidar-te é o trabalho de um artesão
arte ofício profana religião
todo ardor no labor da canção
o poeta descreve a iluminação
os teus olhos brilhando na escuridão
são faróis que orientam a embarcação
teu luar ilumina a canção
garimpando nos rios da solidão
o destino me fez te encontrar
minha alga-marinha
meu céu no fundo do teu olhar
sai um raio, uma aurora, um clarão
as guitarras lapidam nossa emoção
dedos ferem as cordas com som
na oficina da vida
o amor é como um rubi grená
precioso e mais puro não há.

#426 Membro offline   Liah Ícone

  • Fã do inconsciente
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • Ver galeria
  • Grupo: Membro
  • Posts: 1.333
  • Cadastrado: 04/02/2012
  • Gender:Female
  • Location:São Paulo
  • Interests:Aprender

Postou 25/01/2014 - 16:36

Os Ombros Suportam o Mundo

Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus.
Tempo de absoluta depuração.
Tempo em que não se diz mais: meu amor.
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram.
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.
Em vão mulheres batem à porta, não abrirás.
Ficaste sozinho, a luz apagou-se,
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes.
És todo certeza, já não sabes sofrer.
E nada esperas de teus amigos.
Pouco importa venha a velhice, que é a velhice?
Teus ombros suportam o mundo
e ele não pesa mais que a mão de uma criança.
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios
provam apenas que a vida prossegue
e nem todos se libertaram ainda.
Alguns, achando bárbaro o espetáculo
prefeririam (os delicados) morrer.
Chegou um tempo em que não adianta morrer.
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação.

(Carlos Drummond de Andrade)
0

#427 Membro offline   Minerva Ícone

  • experiente
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Banido
  • Posts: 367
  • Cadastrado: 15/08/2013
  • Gender:Male

Postou 28/01/2014 - 23:17

"Pra Companhia de Luz enxergar os defeitos
já fiz promessa pra Santa Luzia...
Ela me respondeu:
"Quem vai dar luz é Maria..."

#428 Membro offline   Minerva Ícone

  • experiente
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Banido
  • Posts: 367
  • Cadastrado: 15/08/2013
  • Gender:Male

Postou 30/01/2014 - 07:22

... Nem tudo é dias de sol,
E a chuva, quando falta muito, pede-se
-Por isso tomo a infelicidade com a felicidade
Naturalmente, como quem não estranha
Que haja montanhas e planícies
E quando haja rochedos e erva...
O que é preciso é ser-se natural e calmo
Na felicidade ou na infelicidade,
Sentir como quem olha,
Pensar como quem anda,
E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica...
Assim é e assim seja...

Fernando Pessoa

#429 Membro offline   Callegari Ícone

  • insane
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • Ver galeria
  • Grupo: Membro
  • Posts: 1.194
  • Cadastrado: 17/11/2010
  • Gender:Male
  • Location:Osasco - São Paulo

Postou 30/01/2014 - 07:42

notificação - Bukowski

cidadãos do mundo
eu renuncio a vocês.

eu renunciei
há muito tempo.
mas isto é uma notificação
formal
eu contra
vocês
uma ordem de
restrição.

fodam-se
ressequem
desapareçam.

não venham até
minha porta
com pizza
bucetas
ou ofertas de
paz.

é tarde demais.

a música
congelou no
ar
castrada pela
ausência de sua
presença.
▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬
Bukowskisista
0

#430 Membro offline   Minerva Ícone

  • experiente
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Banido
  • Posts: 367
  • Cadastrado: 15/08/2013
  • Gender:Male

Postou 30/01/2014 - 09:17

Ad infinitum

A técnica se confunde com a arte
as notas musicais se dispõem como arranjos na escala
estão os versos teus intercalados
Ah! quantos suspiros nas entrelinhas de tua poesia
desejosos de saber qual o espaço que ocupas
e se este se te classificou por eleição
ou fostes tu eliminado de outras paisagens...

#431 Membro offline   OliveiraJunior Ícone

  • Illuminatti da Baviera
  • PipPipPipPip
  • Grupo: Membro
  • Posts: 114
  • Cadastrado: 17/01/2013
  • Gender:Male
  • Interests:N.M

Postou 30/01/2014 - 20:02

Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces
Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto.
No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.
Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado.
Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados
Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada
Que ficou sobre a minha carne como uma nódoa do passado.
Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face.
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada.
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite.
Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa.
Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço.
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos.
Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas.
Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.
Vinicius de Moraes
carpe diem
2

#432 Membro offline   Callegari Ícone

  • insane
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • Ver galeria
  • Grupo: Membro
  • Posts: 1.194
  • Cadastrado: 17/11/2010
  • Gender:Male
  • Location:Osasco - São Paulo

Postou 31/01/2014 - 06:42

Roll The Dice - Bukowski

if you’re going to try, go all the
way.
otherwise, don’t even start.

if you’re going to try, go all the
way.
this could mean losing girlfriends,
wives, relatives, jobs and
maybe your mind.

go all the way.
it could mean not eating for 3 or 4 days.
it could mean freezing on a
park bench.
it could mean jail,
it could mean derision,
mockery,
isolation.
isolation is the gift,
all the others are a test of your
endurance, of
how much you really want to
do it.
and you’ll do it
despite rejection and the worst odds
and it will be better than
anything else
you can imagine.

if you’re going to try,
go all the way.
there is no other feeling like
that.
you will be alone with the gods
and the nights will flame with
fire.

do it, do it, do it.
do it.

all the way
all the way.

you will ride life straight to
perfect laughter, its
the only good fight
there is.

“ROLE OS DADOS" -
Tradução: Hilam A na Grama

se você vai tentar, vá com tudo.
senão, nem adianta começar.
se você vai tentar, vá com tudo.
isso deverá fazer você perder namoradas,
esposas, con-gêneres, trabalhos e
talvez sua mente.
vá com tudo.
talvez você não coma por 3 ou 4 dias.
talvez você congele, sentado na praça.
pode ser que seja preso,
pode significar derrisão,
escárnio,
isolamento.
isolamento é um grande presente,
tudo o mais são testes de sua resistência,
de quanto você realmente quer
interferir.
e você o fará
a despeito de qualquer rejeição, as piores probabilidades,
e você estará melhor do que ninguém poderia imaginar.
se vai tentar, vá com tudo...
não há outro sentimento quanto a isso.
você estará sozinho, com os deuses
e as noites queimarão como fogo.
vá, vá, vá.
faça.
com tudo
de cabeça.
você montará na vida, numa reta,
e aperfeiçoará a gargalhada;
e só haverá boa luta.

▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬
Bukowskisista
0

#433 Membro offline   Callegari Ícone

  • insane
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • Ver galeria
  • Grupo: Membro
  • Posts: 1.194
  • Cadastrado: 17/11/2010
  • Gender:Male
  • Location:Osasco - São Paulo

Postou 04/02/2014 - 08:01

Morte do Leiteiro - Carlos Drummond de Andrade

Há pouco leite no país,
é preciso entregá-lo cedo.
Há muita sede no país,
é preciso entregá-lo cedo.
Há no país uma legenda,
que ladrão se mata com tiro.

Então o moço que é leiteiro
de madrugada com sua lata
sai correndo e distribuindo
leite bom para gente ruim.
Sua lata, suas garrafas
e seus sapatos de borracha
vão dizendo aos homens no sono
que alguém acordou cedinho
e veio do último subúrbio
trazer o leite mais frio
e mais alvo da melhor vaca
para todos criarem força
na luta brava da cidade.

Na mão a garrafa branca
não tem tempo de dizer
as coisas que lhe atribuo
nem o moço leiteiro ignaro.
morador na Rua Namur,
empregado no entreposto
Com 21 anos de idade,
sabe lá o que seja impulso
de humana compreensão.
E já que tem pressa, o corpo
vai deixando à beira das casas
uma pequena mercadoria.

E como a porta dos fundos
também escondesse gente
que aspira ao pouco de leite
disponível em nosso tempo,
avancemos por esse beco,
peguemos o corredor,
depositemos o litro…
Sem fazer barulho, é claro,
que barulho nada resolve.

Meu leiteiro tão sutil
de passo maneiro e leve,
antes desliza que marcha.
É certo que algum rumor
sempre se faz: passo errado,
vaso de flor no caminho,
cão latindo por princípio,
ou um gato quizilento.
E há sempre um senhor que acorda,
resmunga e torna a dormir.

Mas este entrou em pânico
(ladrões infestam o bairro),
não quis saber de mais nada.
O revólver da gaveta
saltou para sua mão.
Ladrão? se pega com tiro.
Os tiros na madrugada
liquidaram meu leiteiro.
Se era noivo, se era virgem,
se era alegre, se era bom,
não sei,
é tarde para saber.

Mas o homem perdeu o sono
de todo, e foge pra rua.
Meu Deus, matei um inocente.
Bala que mata gatuno
também serve pra furtar
a vida de nosso irmão.
Quem quiser que chame médico,
polícia não bota a mão
neste filho de meu pai.
Está salva a propriedade.
A noite geral prossegue,
a manhã custa a chegar,
mas o leiteiro
estatelado, ao relento,
perdeu a pressa que tinha.

Da garrafa estilhaçada.
no ladrilho já sereno
escorre uma coisa espessa
que é leite, sangue… não sei
Por entre objetos confusos,
mal redimidos da noite,
duas cores se procuram,
suavemente se tocam,
amorosamente se enlaçam,
formando um terceiro tom
a que chamamos aurora.
▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬
Bukowskisista
0

#434 Membro offline   Minerva Ícone

  • experiente
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Banido
  • Posts: 367
  • Cadastrado: 15/08/2013
  • Gender:Male

Postou 07/02/2014 - 16:12

:rolleyes:

Se fôssemos infinitos
Tudo mudaria.
Como somos finitos
Muito permanece.

Bertold Brecht

#435 Membro offline   Callegari Ícone

  • insane
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • Ver galeria
  • Grupo: Membro
  • Posts: 1.194
  • Cadastrado: 17/11/2010
  • Gender:Male
  • Location:Osasco - São Paulo

Postou 12/02/2014 - 06:37

o estilo
- Buk

o estilo é a resposta para tudo.
o modo fresco de encarar um dia chato ou perigoso.
fazer uma coisa chata com estilo é preferível a fazer uma
coisa perigosa sem estilo.
fazer uma coisa perigosa com estilo é o que chamo arte.
as touradas podem ser uma arte.
o boxe pode ser uma arte.
o amor pode ser uma arte.
abrir uma conserva de sardinhas pode ser uma arte.
não há muitos com estilo.
não há muitos que possam manter o estilo.
já vi cães com mais estilo que homens.
todavia poucos cães têm estilo.
os gatos têm-no em abundância.

quando hemingway pôs os seus miolos numa parede
com uma shotgun, isso foi estilo.
às vezes as pessoas dão-te estilo.
joana d´arc tinha estilo.
joão baptista tinha estilo.
jesus.
sócrates.
césar.
garcía lorca.
conheci homens na prisão com estilo.
conheci mais homens na prisão com estilo do que fora dela.
o estilo é a diferença, um modo de o fazer, um modo de ser feito.
seis pássaros em silêncio numa poça de água, ou tu,
saindo da casa-de-banho sem me veres.

Imagem
▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬
Bukowskisista
0

#436 Membro offline   Minerva Ícone

  • experiente
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Banido
  • Posts: 367
  • Cadastrado: 15/08/2013
  • Gender:Male

Postou 12/02/2014 - 20:57

Todo mundo chama de violento a um rio turbulento,
mas ninguém se lembra de chamar de violentas as margens que o aprisionam.

Bertold Brecht

#437 Membro offline   linho Ícone

  • PipPipPipPipPipPipPip
  • Grupo: Membro
  • Posts: 1.195
  • Cadastrado: 08/07/2012
  • Gender:Male

Postou 23/02/2014 - 15:05



Cega , a ciência a inútil gleba lavra.
Louca, a fé vive o sonho do seu culto.
Um novo Deus é só uma palavra.
Não procures nem creias : tudo é oculto
Fernando Pessoa


Com uma tal falta de literatura, como há hoje , que pode um homem de gênio fazer senão converter-se , ele só, em uma literatura ?
Fernando Pessoa


Mas eu não tenho princípios.
Hoje defendo uma coisa, amanha outra.
Mas não creio no que defendo hoje, nem amanha terei fé no que defenderei.
Brincar com as ideias e com os sentimentos pareceu-me sempre o destino supremamente belo.
Tento realizá-lo quanto posso.
Fernando Pessoa

Procuro me despir-me do que aprendi,
Procuro esquecer-me do modo de lembrar que me ensinaram
Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras
Desembrulhar -me e ser eu,
Um animal humano que a natureza produziu.

Fernando Pessoa
"É o indivíduo que não está interessado no seu semelhante quem tem as maiores dificuldades na vida e causa os maiores males aos outros. É entre tais indivíduos que se verificam todos os fracassos humanos".
0

#438 Membro offline   Minerva Ícone

  • experiente
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Banido
  • Posts: 367
  • Cadastrado: 15/08/2013
  • Gender:Male

Postou 26/02/2014 - 14:18

CONFISSÃO

Que esta minha paz e este meu amado silêncio
Não iludam a ninguém
Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta
Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios
Acho-me relativamente feliz
Porque nada de exterior me acontece...
Mas,
Em mim, na minha alma,
Pressinto que vou ter um terremoto!

Mario Quintana

#439 Membro offline   Qualcuno Ícone

  • master
  • PipPipPipPipPipPip
  • Grupo: Membro
  • Posts: 796
  • Cadastrado: 03/10/2013
  • Gender:Male

Postou 10/03/2014 - 10:51

L'ETERNITÉ

Elle est retrouvée.
Quoi? – L'Eternité.
C'est la mer allée
Avec le soleil.

Âme sentinelle,
Murmurons l'aveu
De la nuit si nulle
Et du jour en feu.

Des humains suffrages,
Des communs élans
Là tu te dégages
Et voles selon.

Puisque de vous seules,
Braises de satin,
Le Devoir s'exhale
Sans qu'on dise: enfin.

Là pas d'espérance,
Nul orietur.
Science avec patience,
Le supplice est sûr.

Elle est retrouvée.
Quoi? – L'Eternité.
C'est la mer allée
Avec le soleil.

Arthur Rimbaud.


A ETERNIDADE

De novo me invade.
Quem? – A Eternidade.
É o mar que se vai
Como o sol que cai.

Alma sentinela,
Ensina-me o jogo
Da noite que gela
E do dia em fogo.

Das lides humanas,
Das palmas e vaias,
Já te desenganas
E no ar te espraias.

De outra nenhuma,
Brasas de cetim,
O Dever se esfuma
Sem dizer: enfim.

Lá não há esperança
E não há futuro.
Ciência e paciência,
Suplício seguro.

De novo me invade.
Quem? – A Eternidade.
É o mar que se vai
Com o sol que cai.

Tradução: Augusto de Campos
0

#440 Membro offline   OliveiraJunior Ícone

  • Illuminatti da Baviera
  • PipPipPipPip
  • Grupo: Membro
  • Posts: 114
  • Cadastrado: 17/01/2013
  • Gender:Male
  • Interests:N.M

Postou 16/03/2014 - 23:17

Quando nasci, era preto.
Quando cresci, era preto.
Quando pego sol, fico preto.
Quando sinto frio, continuo preto.
Quando estou assustado, também fico preto.
Quando estou doente, preto.
E, quando eu morrer continuarei preto !
E tu, cara branco.
Quando nasce, é rosa.
Quando cresce, é branco.
Quando pega sol, fica vermelho.
Quando sente frio, fica roxo.
Quando se assusta, fica amarelo.
Quando está doente, fica verde.
Quando morrer, ficará cinzento.
E vem me chamar de homem de cor ?
(Escrito por uma criança Angolana)
carpe diem
1

Compartilhar este tópico:


  • (23 Páginas) +
  • Primeiro
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • Novo tópico
  • Responder


Similar Topics Collapse

  Tópico Fórum Autor Estatísticas Último post
Novos posts Ícone Gostaria De Agradecer A Deus... Humor Rosatti Ícone
  • 16 Respostas
  • 4.034 Visualizações

1 usuário(s) está(ão) lendo este tópico
0 membro(s), 1 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)