Ir para conteúdo


Foto

Notícias, Fatos E Acontecimentos


  • Por favor, faça o login para responder
1904 respostas neste tópico

#1901 Marroni 0.0

Marroni 0.0

    demented

  • Membro
  • PipPipPipPipPipPipPipPip
  • 2.299 posts
  • Gender:Male

Postado 21/04/2015 - 13:39

Mais uma falcatrua do PT.

Hallan en el espacio un vacío gigantesco donde 'faltan' alrededor de 10.000 galaxias

5535e0a8c4618822428b4580.jpg


  • 0

#1902 finito

finito

    demented

  • Membro
  • PipPipPipPipPipPipPipPip
  • 2.256 posts
  • Gender:Male
  • Location:Belo Horizonte - MG

Postado 24/04/2015 - 09:19

"O Brasil conseguiu praticamente eliminar a pobreza extrema e fez isso mais rápido que seus vizinhos. A afirmação é do Banco Mundial, que em seu último relatório ressalta que o número de brasileiros vivendo com menos de 2,5 dólares (cerca de 7,5 reais) por dia caiu de 10% para 4% entre 2001 e 2013. O estudo “Prosperidade Compartilhada e Erradicação da Pobreza na América Latina e Caribe” acrescenta que a renda de 60% dos brasileiros aumentou entre 1990 e 2009 e que o Brasil é um dos exemplos mais brilhantes de redução de pobreza na última década.

“Ao todo 25 milhões de pessoas deixaram de viver na pobreza (extrema ou moderada), o que significa que uma em cada duas pessoas saiu da miséria na América Latina e no Caribe entre 1990 e 2009. Os autores explicam que, até 1999, os índices de pobreza extrema no Brasil e no restante da região eram semelhantes e rondavam os 26%. Foi em 2012 que a instituição começou a observar uma maior redução em território brasileiro: 9,6% ante 12% do restante do continente."

 

Fonte http://brasil.elpais...575_591974.html


  • 0
O homem criou deus para criar o homem.

#1903 finito

finito

    demented

  • Membro
  • PipPipPipPipPipPipPipPip
  • 2.256 posts
  • Gender:Male
  • Location:Belo Horizonte - MG

Postado 24/04/2015 - 09:37

"Ousar pensar, Sapere aude, dizia Kant! Imagine uma empresa, em estado pré-falencial, com capacidade de produção baixíssima, que só está conseguindo atender 8% da demanda. A empresa não está com problema de demanda, sim, de oferta (do seu produto). Se crescer a demanda, é evidente que a aumentará a ineficiência da empresa (que já funciona precariamente). O que fazer para salvar essa empresa? Claro que, nesse caso, devemos incrementar a oferta.

 

Em lugar de estimular a oferta (de segurança), a redução da maioridade penal (de 18 para 16 anos) vai aumentar a demanda por mais direito penal. A estrutura (falida) do Estado (policial, judicial e carcerária), que não conta com capacidade para atender a demanda atual (apenas 8% dos homicídios são investigados no Brasil), vai se estrangular mais ainda e gerará mais ineficiência da resposta penal (com a consequente descrença no funcionamento da Justiça). Onde falta a certeza do castigo é uma tolice esperar que o incremento da demanda resolva o problema da insegurança pública.

 

Não é a maioridade que deve ser mudada, sim, o ECA (para prever tempo de internação mais longo em caso de assassinatos: menores assassinos devem ficar mais tempo recolhidos; é uma questão de proporcionalidade). No mais, o que vem dando certo no mundo todo não é a edição de novas leis penais (no Brasil estamos fazendo isso desde 1940 e agora já estamos com 29 assassinatos para 100 mil pessoas), sim (1º) a prevenção primária (que significa melhorar as condições socioeconômicas da população): nos países escandinavos há 1 assassinato para cada 100 mil pessoas (são países altamente civilizados de capitalismo distributivo: excelente escolaridade, alta renda per capita e baixa desigualdade, com forte índice de certeza do castigo); (2º) a prevenção secundária nos EUA (obstáculos ao crime: mais policiais, saneamento das polícias – exclusão dos corruptos, bons salários e boas condições para se trabalhar -, policiamento massivo nas “nas zonas quentes”, blitz generalizada e contínua, alto índice de certeza do castigo etc.) – dessa forma a criminalidade baixo 50% nos últimos 20 anos.

 

Outro empreendimento de sucesso foi o que apostou na prevenção via escolarização massiva em período integral + alto índice de certeza do castigo (Coreia do Sul, Cingapura, Japão, Canadá, Alemanha etc. contam com menos de 2 assassinatos para cada 100 mil pessoas); não se pode deixar de mencionar também a prevenção moral e ética (ética que ensina o respeito ao outro ser humano – é o caso dos países que seguem doutrinas filosóficas, como a de Confúcio, no Oriente; eles seguem o princípio ético da ahimsa, que significa não ferir, não maltratar, não ofender, não matar – salvo em situações de extrema necessidade). Nesses países os homicídios não chegam a 2 por 100 mil.

 

O mundo todo está encontrando saídas racionais para os seus problemas. Por que teimamos no Brasil em seguir na contramão da história?  Sem educação de qualidade para todos (em período integral, o que significa recolher todos os menores do país nas escolas, proibindo-os nas ruas, se desacompanhados) + programas preventivos bem executados + alto índice de certeza do castigo (eficiência da polícia e da Justiça) nunca sairemos do atoleiro da violência. Medias ilusórias e paliativas aumentarão a criminalidade (porque incrementam a demanda em lugar de resolver o problema da oferta de segurança)." 

 

Fonte: http://luizflaviogom...ousamos-pensar/


  • 0
O homem criou deus para criar o homem.

#1904 Helmer

Helmer

    demented

  • Membro
  • PipPipPipPipPipPipPipPip
  • 1.520 posts
  • Gender:Male

Postado Ontem, 19:14

Raposas Serra do Sol. O que foi isso? era só uma questão indígena? Mas e a questão estratégica de minérios raros? Uma região que se desenvolvia a pessoa rápidos foi de novo tornada selvagem, sem tempo para reação, ou mesmo de colher lavouras maduras. E na divisa com Venezuela!

https://www.facebook...824824070919098


  • 0

#1905 Dovahkiin

Dovahkiin

    Surgeon of Death

  • Membro
  • PipPipPipPipPipPipPipPip
  • 2.265 posts
  • Gender:Not Telling
  • Location:São Paulo S.P
  • Interests:Niilismo, hienas, suicídio, puzzles. Física, relatividade, quântica, cosmologia. Biologia evolutiva, etologia, ideias matemáticas em evolucionismo.

Postado Ontem, 19:24

 

"O Brasil conseguiu praticamente eliminar a pobreza extrema e fez isso mais rápido que seus vizinhos. A afirmação é do Banco Mundial, que em seu último relatório ressalta que o número de brasileiros vivendo com menos de 2,5 dólares (cerca de 7,5 reais) por dia caiu de 10% para 4% entre 2001 e 2013. O estudo “Prosperidade Compartilhada e Erradicação da Pobreza na América Latina e Caribe” acrescenta que a renda de 60% dos brasileiros aumentou entre 1990 e 2009 e que o Brasil é um dos exemplos mais brilhantes de redução de pobreza na última década.

“Ao todo 25 milhões de pessoas deixaram de viver na pobreza (extrema ou moderada), o que significa que uma em cada duas pessoas saiu da miséria na América Latina e no Caribe entre 1990 e 2009. Os autores explicam que, até 1999, os índices de pobreza extrema no Brasil e no restante da região eram semelhantes e rondavam os 26%. Foi em 2012 que a instituição começou a observar uma maior redução em território brasileiro: 9,6% ante 12% do restante do continente."

 

Fonte http://brasil.elpais...575_591974.html

 

 

Lembro quando foram dadas milhares de bolsas de 2 reais há poucos anos atrás. Desse modo "tecnicamente" milhares de pessoas saíram da linha da pobreza, pois tinham uma renda média de R$ 6,00, e com a bolsas de dois reais a renda passou para R$ 8,00. É uma estratégia de fazer os números ficarem mais bonitos nos relatórios. Assim como o estado de São Paulo reduziu quase a zero o número de reprovações nas escolas, não melhorando a educação, mas simplesmente proibindo que haja reprovações. Em ambos os casos os números ficam bonitos nos relatórios, mas na realidade nada mudou.


  • 2
Baruk Khazâd! Khazâd ai-mênu!




1 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membro(s), 1 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)