Dimas B L

Poluição

20 posts neste tópico

Que se interrompam IMEDIATAMENTE todas as fontes de poluição!!

Que até peidar seja proibido!!!

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Brancaleone J disse:

Que se interrompam IMEDIATAMENTE todas as fontes de poluição!!

Que até peidar seja proibido!!!

Falácia do continuum.

Vai usar salada de falácias pra acompanhar seus leitões assados? kkkkk

 :P

 

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tudo mentira, mas pelo que conheço dos "colegas", esse boato vai incomodá-los um pouco mais:

"A poluição está afetando a seleção darwiniana. Toda espécie de mamífero tem de ter 52% de machos para 48% de fêmeas, porque o macho morre mais”, explica o urologista Jorge Hallak, de São Paulo. Mas não para por aí, viu? Uma nova revisão atribui a fatores como a poluição a queda de mais de 50% na quantidade de espermatozoides verificada em ocidentais nos últimos 40 anos.

Para piorar, o excesso de barulho também entraria na jogada. Tal hipótese foi reforçada este ano com um estudo sul-coreano que apontou, com base em dados de 206,5 mil homens, uma associação direta entre exposição a ambientes ruidosos e um maior risco de infertilidade."
https://saude.abril.com.br/medicina/excesso-de-barulho-e-poluicao-afetam-a-fertilidade/

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Ypatia de Alexandria disse:

Não existe poluição, é óbvio, tudo invenção.

Mas o problema, @Ypatia de Alexandria, não é que os indiferentes ao fato negam que exista ou que seja invenção. Eles admitem e simplesmente não se importam. Isso está mais do que claro. 

A questão ambiental é uma das mais difíceis de se tratar pois envolve dois pontos peculiares que dividem as pessoas. O primeiro e que me parece quase geral é a pouca preocupação uma vez que seja lá o que esteja por vir em termos de degradação planetária não nos afetará de imediato, o perigo pertence às gerações futuras. A gente ama nossos filhos e netos mas no fundo "isso não é um problema nosso", eles que deem um jeito no futuro quando nós não mais existirmos. O segundo ponto refere-se justamente as discussões sobre a profundidade e a gravidade desses danos. Há quem afirme que exageramos com esse tipo de preocupação e que o planeta vai muito bem obrigado e há quem afirma que em 200 ou no máximo 300 anos (caso não mudemos completamente nossa postura industrial, consumista e descartante) o mundo ficará inviável para se viver. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No bairro onde moro, temos coleta seletiva e todas as terças e sextas, são recolhidos lixo recicláveis em alguns bairros de Campinas... Em casa somos eu e esposa e o que produzimos de lixo reciclável é uma quantidade absurda para 2 pessoas, latinha, garrafa de cerveja, vinho, saco plástico, embalagens de todos os  tipos ... Em uma semana não é difícil de juntar dois sacos de 100lts de lixo... Fico imaginando uma família de 4 a 5 pessoas ou mais!

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim @Russell , entendo isso. Mas veja bem, em 20-30 anos, seremos 10,9 BILHÕES de pessoas no planeta. Não sei se todo mundo aqui é tão mais velho que  eu que ache que não vai presenciar isso. O desastre está acontecendo AQUI, AGORA! Minha cidade é construída no alto das montanhas, aqui nunca teve enchente porque a água não dá conta de acumular, de tão íngremes que são as ladeiras. Pois recentemente um ribeirão transbordou porque haviam toneladas de sacos plásticos de supermercado a ponto de fazer uma represa! O que estão esperando para enxergar que não dá para continuar assim?

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Ypatia de Alexandria disse:

O que estão esperando para enxergar que não dá para continuar assim?

Eles enxergam, só não consideram a situação na mesma proporção de gravidade que vc. Este assunto já deu cada discussão aqui neste fórum, discussão até mais acalorada que outros temas supostamente mais polêmicos. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso em terra, rios,  nos oceanos há verdadeiras ilhas de lixo boiando fora os que afundam poluindo o fundo dos rios e  mares...  Sempre nesses meses chuvosos de novembro, dezembro, Janeiro e fevereiro, nos  jornais televisivos a matéria lixo acumulado volta a tona... entupimento de redes, enchentes, poluição, etc...

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, Membro Fantasma disse:

Falácia do continuum.

Vai usar salada de falácias pra acompanhar seus leitões assados? kkkkk

 :P

 

Esse cara só não é falacioso quando fala a respeito de física quântica, eritroblastose fetal, carrapatos, peidos e similares, he he. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Russell disse:

Eles enxergam, só não consideram a situação na mesma proporção de gravidade que vc. Este assunto já deu cada discussão aqui neste fórum, discussão até mais acalorada que outros temas supostamente mais polêmicos. 

Pois é, comandante. Não arde no c... deles é refresco. :P

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Ypatia de Alexandria disse:

O desastre está acontecendo AQUI, AGORA

Não para esses críticos da defesa ambientalista. Veja, uma pessoa média de uma cidade comum (a maioria de nós aqui), seja mais cosmopolita ou interiorana, vive o aqui e o agora e tem referências rotineiras as quais as mantém céticas em relação a preocupação ambiental. Elas vivem bem, tem água tratada ou bons poços, animais de criação (os do campo), moram próximas de supermercados com uma absurda variedade de produtos essenciais e supérfluos, hortifruti imenso à disposição nas esquinas, dormem no frescor de seus ventiladores ou ar condicionado e climatizado, possuem energia elétrica em abundância para fazer tudo o que há de moderno e confortável funcionar de forma bastante eficiente e conveniente, entre uma série de outros referências rotineiras e de bem estar. Ora, vc acha que mostrar vídeos de algumas partes do oceano pacífico com plásticos e garrafas pet boiando irão fazê-los crer em colapso ambiental ?? 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Russell disse:

Não para esses críticos da defesa ambientalista. Veja, uma pessoa média de uma cidade comum (a maioria de nós aqui), seja mais cosmopolita ou interiorana, vive o aqui e o agora e tem referências rotineiras as quais as mantém céticas em relação a preocupação ambiental. Elas vivem bem, tem água tratada ou bons poços, animais de criação (os do campo), moram próximas de supermercados com uma absurda variedade de produtos essenciais e supérfluos, hortifruti imenso à disposição nas esquinas, dormem no frescor de seus ventiladores ou ar condicionado e climatizado, possuem energia elétrica em abundância para fazer tudo o que há de moderno e confortável funcionar de forma bastante eficiente e conveniente, entre uma série de outros referências rotineiras e de bem estar. Ora, vc acha que mostrar vídeos de algumas partes do oceano pacífico com plásticos e garrafas pet boiando irão fazê-los crer em colapso ambiental ?? 

Claro que não, mesmo porque esse é apenas "another brick in the wall". Reconheço que fazemos quase nada para mudar isso. Contudo, pelo menos reconhecer mostra que não somos tão asquerosos assim e que há esperança para as futuras gerações.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tá aí um assunto interessante.

Tem a galera que reclama que estamos poluindo o planeta e acha que a solução é 7 bilhões de humanos mudar seus hábitos de consumo. Boa sorte no projeto de transformar humanos em anjos.

Mas, tem um outro aspecto da questão que é realmente interessante, desafiador, e uma grande oportunidade para essa geração de jovens empreendedores que tá brotando pra todo lado no mundo nas últimas décadas. Quem começar agora a fazer pesquisas e criar produtos e processos para reciclagem em escala industrial, seja de lixo doméstico ou empresarial, e montar empresas nessa área, tem grandes chances de se dar muito bem a médio prazo.

Outra área que me parece muitíssimo promissora é a reciclagem de água e o uso de água do mar.

Se eu tivesse traquejo pra empreendedorismo eu estaria investindo em algum negócio relacionado a isso.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 07/12/2017 at 11:53, Ypatia de Alexandria disse:

O que estão esperando para enxergar que não dá para continuar assim?

Bom, estão esperando que por exemplo:

Que  aconteça tanta coisa que se fossem postas em prática a economia mundial entraria em colapso.

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Onde tem gente, tem poluição. :P

Eliminando a fonte, acaba o problema. :o

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 07/12/2017 at 18:16, Milagre disse:

Tá aí um assunto interessante.

Tem a galera que reclama que estamos poluindo o planeta e acha que a solução é 7 bilhões de humanos mudar seus hábitos de consumo. Boa sorte no projeto de transformar humanos em anjos.

Mas, tem um outro aspecto da questão que é realmente interessante, desafiador, e uma grande oportunidade para essa geração de jovens empreendedores que tá brotando pra todo lado no mundo nas últimas décadas. Quem começar agora a fazer pesquisas e criar produtos e processos para reciclagem em escala industrial, seja de lixo doméstico ou empresarial, e montar empresas nessa área, tem grandes chances de se dar muito bem a médio prazo.

Outra área que me parece muitíssimo promissora é a reciclagem de água e o uso de água do mar.

Se eu tivesse traquejo pra empreendedorismo eu estaria investindo em algum negócio relacionado a isso.

Já há esse tipo de projeto colocado em prática no Japão, mas aí é uma questão cultural...

...mas, em algum momento terão que conscientizar com mais rigor e até ostensivamente se for o caso, pois vai colapsar...

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, Renato disse:

Já há esse tipo de projeto colocado em prática no Japão...

É um começo. Mas, acredito que ainda há muito que descobrir e aperfeiçoar nessa indústria, tanto em processo quanto em modelo de negócio.

4 minutos atrás, Renato disse:

mas, em algum momento terão que conscientizar com mais rigor e até ostensivamente se for o caso...

Aí discordamos. Esse é exatamente o ponto que quis destacar. Se depender de conscientizar 7 bilhões de pessoas, sobre qualquer tema, não há futuro. As pessoas não agem por consciência, agem por conveniência. Precisamos de uma indústria de reciclagem que em que as pessoas se engajem porque é bom negócio. É aí que acredito estar a oportunidade.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora