Dfilosofando

Por que não atribuir direitos (a vida e liberdade) aos animais?

305 posts neste tópico

Gostaria que discorressem e argumentassem a favor ou contra a atribuição de direitos aos animais não humanos.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Primeiro: o que seriam "direitos morais"? Tentando entender o que vc quis dizer, ressalto que a lei, ao proibir que se prenda ou mate determinado animal, já está atribuindo a eles o direito à liberdade e à vida. O problema é que a lei e fraca nessa questão.

Sou a favor de uma lei mais rigorosa contra maus tratos com qualquer tipo de animal, e contra qualquer tipo de encarceramento de animal que não seja doméstico (silvestre e selvagem). Inclusive, a utilização de abate indolor com fiscalização também rigorosa. Mas isso é sonhar demais, já que o governo não está dando conta sequer garantir os mínimos direitos a nós, humanos. 

Cara, não suporto ver os pais comprando aquelas tartaruguinhas pros filhos, como se aquilo fosse um brinquedo. 

Também não suporto animais em circos. E em zoológicos, só em último caso. 

2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Dfilosofando disse:

Gostaria que discorressem e argumentassem a favor ou contra a atribuição de direitos aos animais não humanos.

Concordo com o @Stan e acho que deveria ser proibido o abate de animais no modo islâmico 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
51 minutos atrás, Denisander Vivan disse:

Concordo com o @Stan e acho que deveria ser proibido o abate de animais no modo islâmico 

A sua ironia é fina mas a carne brasileira exportada pras arábias tem uma coisa curiosa pra gente que é latina. É um ritual. So um muçulmano pode cortar o boi, no momento ele faz uma prece, as facas tambem são todas consagradas. Cheio de 'nove-horas' como se diz aqui no interior.

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Stan disse:

Primeiro: o que seriam "direitos morais"? Tentando entender o que vc quis dizer, ressalto que a lei, ao proibir que se prenda ou mate determinado animal, já está atribuindo a eles o direito à liberdade e à vida. O problema é que a lei e fraca nessa questão.

Sou a favor de uma lei mais rigorosa contra maus tratos com qualquer tipo de animal, e contra qualquer tipo de encarceramento de animal que não seja doméstico (silvestre e selvagem). Inclusive, a utilização de abate indolor com fiscalização também rigorosa. Mas isso é sonhar demais, já que o governo não está dando conta sequer garantir os mínimos direitos a nós, humanos. 

Cara, não suporto ver os pais comprando aquelas tartaruguinhas pros filhos, como se aquilo fosse um brinquedo. 

Também não suporto animais em circos. E em zoológicos, só em último caso. 

Houve um equívoco de minha parte e editei o que antes chamei de "direitos morais" passando agora a chamar simplesmente de "direitos" (à vida e a liberdade; animais como sujeitos morais).

Se não fui claro, a real motivação desta publicação era entender e discorrer a respeito dos movimentos abolicionistas, das noções de "princípio da igual consideração de interesses" (Peter Singer), e coisas desses gêneros - relacionadas aos "direitos dos animais" (como apontava Tom Regan) na filosofia, na ética prática.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu amigo. Vou te dizer algo que pelo visto tu não sabe. Não existe sequer direitos respeitados para humanos do tipo PP (pobre e preto), imagina para animais?

Além do mais, sinto em lhe dizer, mas não vou deixar de comer meu churrasco por causa disso.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Poccnn disse:

Meu amigo. Vou te dizer algo que pelo visto tu não sabe. Não existe sequer direitos respeitados para humanos do tipo PP (pobre e preto), imagina para animais?

Além do mais, sinto em lhe dizer, mas não vou deixar de comer meu churrasco por causa disso.

Seu argumento não é esclarecedor. Não é porque o preto e pobre não é respeitado que não vamos respeitar outros indivíduos (o respeito não é excludente). 

Deixar de comer "o teu churrasco" por causa disso [o que]? Mas bem, se quiser evitar o início do debate propriamente dito afirmando que os teus gostos, as tuas desnecessidades básicas são mais importante do que qualquer outra coisa é melhor nem sairmos daqui.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Desnecessidade? Tu sabe o que a carne oferece ao ser humano em questão de proteínas, minerais e vitaminas essenciais ao corpo? 

Tu deva ser um vegano para falar em asneira dessa.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Insetos também são gente. :P

destaque25.jpg

Maldita sandália  :angry:

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Poccnn disse:

Desnecessidade? Tu sabe o que a carne oferece ao ser humano em questão de proteínas, minerais e vitaminas essenciais ao corpo? 

Tu deva ser um vegano para falar em asneira dessa.

A mesma quantidade que uma dieta vegana, e sem sofrimento animal :D

2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, Patricao disse:

A mesma quantidade que uma dieta vegana, e sem sofrimento animal :D

Kkkkkkkkkkkkk

E pra rir ou chorar? 

Sabe de nada inocente.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, Poccnn disse:

Kkkkkkkkkkkkk

E pra rir ou chorar? 

Sabe de nada inocente.

É pra aceitar a realidade.

Diga-me o que falta então?

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, Patricao disse:

É pra aceitar a realidade.

Diga-me o que falta então?

Primeiramente: proteína. Proteína só é encontrada em animais.

Veja os benefícios de se alimentar de proteínas. 

http://www.infoescola.com/bioquimica/proteinas/

Vitamina B12 que é de origem animal. 

Ômega 3,6 e 9 que são de origem animal.

Por isso veganos tem que ficar usando suplementos para compensar a falta de substâncias essenciais ao corpo.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
51 minutos atrás, Poccnn disse:

Primeiramente: proteína. Proteína só é encontrada em animais.

Veja os benefícios de se alimentar de proteínas. 

http://www.infoescola.com/bioquimica/proteinas/

Vitamina B12 que é de origem animal. 

Ômega 3,6 e 9 que são de origem animal.

Por isso veganos tem que ficar usando suplementos para compensar a falta de substâncias essenciais ao corpo.

Bom, acho que nem você mesmo leu o link que indicou, então vou te explicar. Proteína é sim encontrada em vegetais, e é perfeitamente possível suprir todas as necessidades diárias só com eles, através de uma dieta balanceada e ainda sem os malefícios que aquela outra possui, como o risco de câncer, hipertensão, infarto, obesidade, diabetes... a probabilidade de contrair qualquer um desses são consideravelmente reduzidas no indivíduo vegano :D

Sobre o ômega 3 e demais, não, não são de origem animal. O ômega 3 que você encontra no peixe é obtido por ele através da alimentação baseada em algas, que produzem a vitamina. Além disso, há diversas fontes vegetais que a possuem. Se estiver interessado:

https://lookaholic.wordpress.com/2013/12/02/omega-3-6-e-9-na-dieta-vegana-e-vegetariana/

A vitamina B12 de fato é uma preocupação, porém existem diversas opções sintéticas e a custo acessível. Não vejo a falta dessa única vitamina como uma justificativa para a exploração, escravidão e tortura de animais, sobretudo com as desvantagens de uma dieta carnívora se comparada a uma vegana. Há inclusive fontes naturais de B12 sim; alguns estudos dizem que nossos ancestrais podiam se virar por períodos sem carne, já que a vitamina pode ser encontrada em água de lagoa e na terra. Como não se tinha a ideia de lavar bem a salada antes de comer, é provável que eles suprissem todas as necessidades comendo barro e água :P.

Claro que a carne teve uma importância evolutiva, porém o vício em carne hoje em dia é fundamentado em exatamente nada. Não se necessita mais dela. Não passa de exatamente isso: um vício. Vai inclusive além da questão do direito dos animais, tocando na questão ambiental, já que a indústria da carne é a maior culpada pelo esgotamento de recursos naturais. É só pesquisar pra entender que o consumo de carne não vai muito longe. Ou tomamos consciência disso ou matamos nosso planeta e morremos junto.

3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Poccnn disse:

Desnecessidade? Tu sabe o que a carne oferece ao ser humano em questão de proteínas, minerais e vitaminas essenciais ao corpo? 

Tu deva ser um vegano para falar em asneira dessa.

Ahá, em? Reclamou do natureba mas fala vegano...:P

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Poccnn disse:

Desnecessidade? Tu sabe o que a carne oferece ao ser humano em questão de proteínas, minerais e vitaminas essenciais ao corpo? 

Tu deva ser um vegano para falar em asneira dessa.

Pois é, o que eu quero dizer é que podemos viver muito bem sem o consumo de carne.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Direitos são funções formais executadas por animais racionais inseridos socialmente. Animais não são racionais, e não se inserem no sistema formal de leis e direitos. Desse modo animais são apenas propriedade do animal raciona, tendo não direitos, mas apenas direto como propriedade.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
30 minutos atrás, Hiena Implume disse:

Direitos são funções formais executadas por animais racionais inseridos socialmente. Animais não são racionais, e não se inserem no sistema formal de leis e direitos. Desse modo animais são apenas propriedade do animal raciona, tendo não direitos, mas apenas direto como propriedade.

Dei uma pesquisada sobre o que o autor do tópico quis dizer. É mais ou menos isso:

"Regan publicou diversos livros, mas apenas um deles está disponível em português: Jaulas Vazias (Ed. Lugano, 2006). O livro mais importante, considerado o mais completo tratado filosófico sobre direitos animais, é o livro The Case for Animal Rights (University of California Press, 1983). Nesta obra, Regan começa mostrando que alguns animais, tais como os mamíferos com pelo menos 1 ano de idade e aves, são seres sencientes, possuem interesse em vida continuada e outros desejos que os tornam pacientes morais. Regan então critica o que ele chama de escola dos “deveres indiretos,” cujo representante é o filósofo alemão Immanuel Kant. Kant afirmava que os animais são meros meios para um fim (os humanos), e que nós devemos ter compaixão pelos não humanos  não em reconhecimento aos interesses desses seres, mas porque de outra forma ficaríamos embrutecidos e isso poderia prejudicar outros humanos. Em outro capítulo, Regan critica duramente a escola utilitarista de “deveres diretos,” cujo representante é Peter Singer. Regan afirma que direitos animais, assim como direitos humanos, não podem ser defendidos segundo uma visão utilitarista consistente. Regan então apresenta a teoria de direitos com base numa extensão da ética deontológica de Kant, que considera a noção de animais como sujeitos-de-uma-vida (seres sencientes com características cognitivas avançadas). Em uma ética deontológica, o conceito de dever é mais importante do que as consequências resultantes das ações. Ela se fundamenta nos imperativos categóricos de Kant, tais como a lei fundamental: “Age de tal modo que a máxima da tua vontade possa valer sempre ao mesmo tempo como princípio de uma legislação universal.” Esse é o princípio de uma teoria baseada em direitos, que diz que um direito deve ser respeitado mesmo que a sua violação possa trazer um benefício a um terceiro. A ética utilitarista, ao contrário, poderia violar um direito caso o bem resultante fosse significativo. Segundo essa ética deontológica, utilizar um animal (humano ou não) em um procedimento de vivissecção é sempre imoral, mesmo que disso resulte, por exemplo, a cura do câncer".

"As contribuições do trabalho de Regan também se aplicam a direitos humanos. Isso vale principalmente na resolução de conflitos de interesses. É nesse ponto, porém, que Regan é frequentemente criticado por outros defensores dos animais (inclusive em um crítica do livro feita por Peter Singer): Regan toma o caso hipotético e excepcional de um navio afundando, e que dispõe de apenas um bote salva-vidas cujo espaço não é suficiente para todos. Neste navio há alguns humanos e um cachorro. Regan afirma que o espaço no bote deve ser dado aos humanos primeiramente, e nunca ao cachorro, pois há mais possibilidades de satisfação na vida de um humano do que na de um cachorro. Regan então extrapola seu pensamento, afirmando que o mesmo estaria correto ainda que 1 milhão de cachorros tivessem que ser atirados ao mar para salvar um único humano. O problema desse raciocínio está na sua generalidade, pois é plausível admitir casos em que a vida do cachorro seja mais útil ou traga mais possibilidades de satisfação do que uma vida humana. Dessa forma, a resolução do conflito deveria ocorrer caso a caso, e não segundo uma regra geral. Na última edição de seu livro, Regan parece concordar com esse argumento e admite que seu modo de pensar pode estar errado neste ponto".

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Aqui os animais que não são abatidos são explorados.

Ovelhas, cabras, porcos, porcos tatetos, capivaras e agora licenciado também para pacas.

Sem falar nas galinhas pra consumo próprio.

Tres vaquinhas Jersey, pra garantir o leitinho...

Tem as abelhas nativas também. De 500  a 2000 por caixa( conforme a espécie), são 95 caixas, façam as contas...

Tem os 5 cachorros.

Uns 8 gatos.

O Ré, um cavalo que de tão lerdo recebeu este apelido e serve para divertir  a criançada.

E a Dercy, uma mula velha, muito velha, que apareceu por aqui, vinda sei lá de onde.  Meio  senil, às vêzes se deixa montar. Outras vêzes  chega a ser perigosa de tão arisca e ultimamente tem dado para atacar estranhos, tá pior que os Rottweilers!

Tem ainda quatis, gambás, sussuaranas, ouriços, veados, bugios, esquilos,   tatetos selvagens e outros bichos nativos que não são meus mas que eu protejo à bala se preciso for ( e às vêzes é...) - minhas terras fazem divisa com um Parque Estadual.

Todos os animais para abate  são criados  de maneira adequada, sem confinamentos. São alimentados, medicados e  quando chega o tempo do abate ele é feito da forma mais rápida possível e dentro das exigências sanitárias.

Nada destas hipocrisias de  que carne faz mal, que isso e que aquilo. Saímos das cavernas e chegamos à lua comendo carne. (tá, alguns viraram comunistas, mas são aberrações...).

Cães e gatos quando por idade, ferimentos ou doenças ficam sofrendo, são eutanasiados na forma tradicional

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sou a favor de diminuir mas nunca eliminar o consumo de carne animal. Leões comem animais, porquê diabos não devemos comer? Plantas também são seres vivos, o fato de não sentirem dor não significa que não deva ter direitos também como querem que seja para os animais (e estão servindo muito bem no telhado da minha casa).

Sou contra maus tratos a animais, matá-lo e comê-lo tudo bem pois a carne depois de morta não sente dor.

 

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No dia que algum bicho não-humano disser quais direitos ele gostaria de ter e quais deveres ele se dispõe a cumprir em troca, eu ficarei feliz em discutir sobre os direitos e deveres desse animal.

Agora, discutir direitos dos animais com um humano que se acha representante deles é a mesma coisa que discutir as supostas leis de deus com um beato qualquer que se ache representante divino.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, Patricao disse:

Bom, acho que nem você mesmo leu o link que indicou, então vou te explicar. Proteína é sim encontrada em vegetais, e é perfeitamente possível suprir todas as necessidades diárias só com eles, através de uma dieta balanceada e ainda sem os malefícios que aquela outra possui, como o risco de câncer, hipertensão, infarto, obesidade, diabetes... a probabilidade de contrair qualquer um desses são consideravelmente reduzidas no indivíduo vegano :D

Sobre o ômega 3 e demais, não, não são de origem animal. O ômega 3 que você encontra no peixe é obtido por ele através da alimentação baseada em algas, que produzem a vitamina. Além disso, há diversas fontes vegetais que a possuem. Se estiver interessado:

https://lookaholic.wordpress.com/2013/12/02/omega-3-6-e-9-na-dieta-vegana-e-vegetariana/

A vitamina B12 de fato é uma preocupação, porém existem diversas opções sintéticas e a custo acessível. Não vejo a falta dessa única vitamina como uma justificativa para a exploração, escravidão e tortura de animais, sobretudo com as desvantagens de uma dieta carnívora se comparada a uma vegana. Há inclusive fontes naturais de B12 sim; alguns estudos dizem que nossos ancestrais podiam se virar por períodos sem carne, já que a vitamina pode ser encontrada em água de lagoa e na terra. Como não se tinha a ideia de lavar bem a salada antes de comer, é provável que eles suprissem todas as necessidades comendo barro e água :P.

Claro que a carne teve uma importância evolutiva, porém o vício em carne hoje em dia é fundamentado em exatamente nada. Não se necessita mais dela. Não passa de exatamente isso: um vício. Vai inclusive além da questão do direito dos animais, tocando na questão ambiental, já que a indústria da carne é a maior culpada pelo esgotamento de recursos naturais. É só pesquisar pra entender que o consumo de carne não vai muito longe. Ou tomamos consciência disso ou matamos nosso planeta e morremos junto.

Realmente.  Andei pesquisando sobre isso e descobri diversas opções a alimentação carnívora, porém de preço inacessível. 

Além do mais, a proteína animal contém todos os aminoácidos essenciais ao corpo, coisa que a proteína vegetal não tem.

Algas marinhas são caras e difíceis de conseguir, peixe não, o que torna muito mais acessível obter ômega 3 através de peixes do que algas.

O problema de consumir carne é a sua produção. Requer-se um grande pasto para criar os animais e conseguinte derruba as florestas para obter o pasto. Isso sim é um problema. Mas há formas se evitar isso confinando os animais  estábulos. 

10 horas atrás, Brienne of Tarth disse:

Ahá, em? Reclamou do natureba mas fala vegano...:P

Vegano é o termo correto usado para quem não come alimentos de origem animal. Natureba é um termo depreciativo. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Hiena Implume disse:

Direitos são funções formais executadas por animais racionais inseridos socialmente. Animais não são racionais, e não se inserem no sistema formal de leis e direitos. Desse modo animais são apenas propriedade do animal racional, tendo não direitos, mas apenas direito como propriedade.

Eu acho q esse cara aqui embaixo não concorda em ser propriedade. :D

1433367702141376322.gif

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por uma razão simples. Todos os bichos, incluindo nisso os homens, vivem de uma mescla de vidas, uns sobrevivem a custa de outros. Com espécie dominante, aparentemente não nos vemos como "alimento animal", mas somos e mesmo no homem comum há bactérias estomacais há aquelas que não são de nossa biologia genética, mas sim contaminadas desde bebê pelos humanos em torno, o que deixa clara a mescla. Sem essas bactérias morreríamos por falta de digestão.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora