Profano

Aulas de ceticismo nas escolas.

81 posts neste tópico

Bem outro dia eu estava lendo sobre cursos de ceticismo, e como eles fazem a diferença aí eu pensei: ceticismo não deveria ser ensinando nas escolas?. Bem oque vocês acham? Deveria? Se deveria, a partir de qual ano deveria ser inserida a matéria? Deveria ser algo separado ou poderia ser ensinando junto as aulas de ciências no fundamental? 

 

Na minha opinião poderia substituir a matéria de religião, bem só sei que a crentalhada iria ficar doida kkk. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A meu ver, as escolas deveriam incentivar mais o pensamento crítico, dando mais valor às perguntas dos alunos (e a partir daí construir-se o conhecimento) do que transmitir a matéria já pronta. E isso em todas as disciplinas. Não precisaria de uma matéria extra.

2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que deveria sim ser ensinado ceticismo nas escolas, e, sim a crentalhada ia ficar doida! :lol:

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Atik Yomin disse:

A meu ver, as escolas deveriam incentivar mais o pensamento crítico, dando mais valor às perguntas dos alunos (e a partir daí construir-se o conhecimento) do que transmitir a matéria já pronta. E isso em todas as disciplinas. Não precisaria de uma matéria extra.

Hmm... Concordo um problema que eu vejo é que as escolas não cobram tanto dos alunos, o sistema deveria ser bem mais exigente com as crianças. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, Profano disse:

o sistema deveria ser bem mais exigente com as crianças

"Mais exigente" em quê sentido? Ter mais matérias/conteúdo? Veja este vídeo (se souber espanhol):

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 minutos atrás, Denisander Vivan disse:

Acho que deveria sim ser ensinado ceticismo nas escolas, e, sim a crentalhada ia ficar doida! :lol:

Pra isso já existe a matéria Filosofia, oras :rolleyes:

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 minutos atrás, Atik Yomin disse:

"Mais exigente" em quê sentido? Ter mais matérias/conteúdo? Veja este vídeo (se souber espanhol):

 

No sentido de cobrarem mais dos alunos e ensinar a serem mais responsáveis, prepara-los para vida digamos. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Complicado essa questão. Eu apostaria minhas fichas como um grande percentual dos docentes não são céticos.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Philosofia cobre esta matéria ...

Não só deve ensinar ceticismo, mas tbm empirismo, racionalismo, criticismo, materialismo e outros modismos, hehe. O objetivo é ensinar a pensar. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
58 minutos atrás, Ricardo Sandre disse:

Philosofia cobre esta matéria ...

Não só deve ensinar ceticismo, mas tbm empirismo, racionalismo, criticismo, materialismo e outros modismos, hehe. O objetivo é ensinar a pensar. 

Eu estava me referindo a algo no fundamental, logo no começo nas aulas de ciências gostaria que eles ensinassem método já começar a preparar os alunos a ciência, por que muitas pessoas aderem ao D.I porque não sabem como a ciência funciona, não tiveram um ensino adequado dela, entendeu? 

Fora que até o colegial a crentice já vai está enfianda na cabeça do indivíduo não é?

Ps: prometo que irei melhorar a minha escrita. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu amigo, ciência não é só ceticismo ...

Ciência é teoria e prática, é ceticismo e empirismo, é racionalismo e materialismo, é observação, é experimentação, criatividade, imaginação, técnica e arte, hehe.

Vc quer q seja ensinado metodologia da ciência. Se bem q eu acho q não existe uma fórmula universal para se fazer ciência ...

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 minutos atrás, Profano disse:

[...] logo no começo nas aulas de ciências gostaria que eles ensinassem método já começar a preparar os alunos a ciência [...]

A ciência se baseia em perguntas. Eis a grande falha do ensino tradicional. Aqui um vídeo do grande físico do século XX, o nobel Richard Feyman, sobre o método científico:

 

20 minutos atrás, Profano disse:

Ps: prometo que irei melhorar a minha escrita. 

Não prometa. Cumpra.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ei, uma pergunta nada haver: algum professor de vocês já, leu a bíblia, ensinou coisas baseadas na religião em alguma aula? 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lembro que na 5ª série do ensino fundamental (na época chamado "1º grau"), na aula de Ciências do prof. Osvaldo, chegaram uns estranhos (acho que de alguma ong religiosa) entregando daquelas mini-bíblias que têm o Novo Testamento, os Salmos e os Provérbios de Salomão, somente. De resto, não me lembro de mais nada relacionado à religião daquela época.

.

Ah, sim, lembro agora que na 6ª série uma professora de História (péssima profissional*) que falou numa aula que a religião católica trouxe muitos benefícios à sociedade moderna.

*Ela sempre "aconselhava" a gente a "encher linguiça" nos trabalhos -- palavras dela -- e não admitia de fórma alguma que se usasse "branquinho" (corretivo líquido) nos trabalhos; neste último caso, ela me humilhou certa vez na frente de todos da sala por ter usado corretivo num trabalho. Espero que ela quando morrer, se já não morreu, queime no inferno cristão para sempre :angry:.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vixe, vcs estão reclamando de barriga cheia. Eu estudei em escolas estaduais em SP nos anos 70 e 80 (primário, ginásio e colegial, hoje chamados de ensino fundamental e médio) e os professores sempre rezavam o "pai nosso", o "credo" e umas "aves maria" a qualquer instante e motivo que julgassem oportuno. Na hora do lanche nas primeiras séries do primário sempre tinha a oração de agradecimento. Na minha cabecinha até os 10/12 anos nunca passou sequer a hipótese de deus não existir, era como aprender matemática, era algo exato e certo.   

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Profano disse:

Ei, uma pergunta nada haver: algum professor de vocês já, leu a bíblia, ensinou coisas baseadas na religião em alguma aula? 

O debate é sobre aulas de ceticismo, não confunda com jaulas de catecismo. :lol:

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Russell disse:

Vixe, vcs estão reclamando de barriga cheia.

A escola traumatiza mais pela obrigação da uniformidade de pensamento (mesmo em aulas de matemática e de ciência) além da uniformidade de conduta. Religião lá o de menos.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Russell disse:

Vixe, vcs estão reclamando de barriga cheia. 

:D

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 horas atrás, Atik Yomin disse:

A meu ver, as escolas deveriam incentivar mais o pensamento crítico, dando mais valor às perguntas dos alunos (e a partir daí construir-se o conhecimento) do que transmitir a matéria já pronta. E isso em todas as disciplinas. Não precisaria de uma matéria extra.

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Atik Yomin disse:

A escola traumatiza mais pela obrigação da uniformidade de pensamento (mesmo em aulas de matemática e de ciência) além da uniformidade de conduta. Religião lá o de menos.

Com certeza, também vejo dessa maneira. Mas não é assim por acaso, existe um interesse nisso tudo. Quanto maior for a ignorância maior o domínio, a submissão, alienação. 

Claro que há exceções, não acho coerente generalizar, mas de modo geral a escola, principalmente a pública, precisa mudar o paradigma vigente.Que não depende só da vontade dos professores, além disso nesse contexto se encontra muitos problemas complexos que comprometem a aprendizagem e o desenvolvimento do pensamento critico. Questões sócio-econômicas, familiares, satisfação dos professores, entre outras...

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 horas atrás, Atik Yomin disse:

Pra isso já existe a matéria Filosofia, oras :rolleyes:

É ensinado história da filosofia e não ceticismo! :P

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas falando sério, acho que o ceticismo em si não pode ser "ensinado". Fosse assim não existiria cientistas crentes (religiosos) 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, Denisander Vivan disse:

É ensinado história da filosofia e não ceticismo! :P

Esse é um grande problema no ensino de filosofia no Brasil. Tava assistindo umas aulas de filosofia da Universidade Yale pelo youtube e em nenhum momento o prof. falou em Platão, Kant, Nietzsche ou qualquer um desses. Eram questões concretas sendo discutidas e utilizando-se de lógica, sem precisar remeter a nenhum pensador do passado.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora