linho

Ateus, os mais odiados do Brasil

49 posts neste tópico

56 minutos atrás, Russell disse:

Uma vez fui chamado de "fútil" e "superficial" por conta da minha completa falta de importância/preocupação em relação ao que os outros pensam de mim.

Estou cagando para o que os outros pensam de mim! NUNCA, MAS NUNCA MESMO fiz nada contra meus próprios princípios para poder ficar bem com quem quer que fosse. Até em relação às mulheres, em todo esforço que eu tenha feito para "ficar bem na fita", nunca fui contra o que penso (nunca aprendi uma música sertaneja no violão durante os 25 anos que toco rsrs).

Me chateia não é fato de pensaram seja o que for de mim, mas sim o fato de eu não poder compartilhar pensamentos com mais pessoas, tendo em vista que são muito ignorantes... ou melhor, ignorantes todos somos, essas pessoas são é burras mesmo. E quando são burras, estão presas, não a espaço para nada. Tenho inveja de quem, como vc, sente-se à vontade em meio a tanta burrice. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nem sei se a expressão correta é "sente-se a vontade", mas seria mais para indiferença mesmo. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
19 minutos atrás, Stan disse:

fiz nada contra meus próprios princípios para poder ficar bem com quem quer que fosse. Até em relação às mulheres, em todo esforço que eu tenha feito para "ficar bem na fita", nunca fui contra o que penso

Eu sou assim também. Algumas vezes fui contra meus princípios pensando que ia me dar bem, sempre deu errado, então aprendi que não devo, jamais, ir contra meus principios. 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A sociedade brasileira tem suas condutas morais baseadas em comportamentos religiosos, qualquer ação que ir contra tais valores, vai ter resistência e julgada como imoral.
Por esse motivo a descrença em um ser superior provoca aversão aos brasileiros. Os outros dados também são preocupantes, o ódio vai de encontro com todo comportamento que a religião condena, a ignorância da nossa sociedade precisa acabar, esta na hora do setor educativo colocar pautas sobre diversidade humana nas escolas e fazer que os alunos se emancipem do véu religioso que cobre sua visão para o mundo.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é, Tolstoi, mas é muito difícil. Qualquer proposta de ensino que vá contra a religião (digo, que estimule o livre pensamento) será barrada, seja nas próprias normas da instituição de ensino ou até mesmo no congresso. Estamos muito, mas muito atrasados mesmo nesse quesito. Não consigo vislumbrar mudança nenhuma, muito pelo contrário, recentemente até o Halloween foi transformado no Dia do Envangelho (lamentável!)

Perceba, com o aumento das igrejas evangélicas e a migração do catolicismo para o protestantismo, o ódio contra ateus só tende a aumentar, uma vez que essas próprias igrejas estimulam tal ódio (é a amor cristão). 

Gosto da frase de Russell:

"Um dos paradoxos mais dolorosos do nosso tempo (olha que ele é de 1930) reside no fato de serem os estúpidos os que têm a certeza, enquanto os que possuem imaginação e inteligência se debatem em dúvidas e indecisões".

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
13 horas atrás, Russell disse:

Nem sei se a expressão correta é "sente-se a vontade", mas seria mais para indiferença mesmo. 

Eu já vou passando da indiferença para o "rir interiormente".

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Stan disse:

 

"Um dos paradoxos mais dolorosos do nosso tempo (olha que ele é de 1930) reside no fato de serem os estúpidos os que têm a certeza, enquanto os que possuem imaginação e inteligência se debatem em dúvidas e indecisões".

Houve outro pensador, não me recordo quem, que também no mesmo sentido dessa frase, disse que os grandes lideres (mas estupidos) que arrastam multidões, tinham mais sucesso do que os sábios, pois ao contrário destes, os estupidos nunca têm duvidas (veja-se o exemplo do Trump).

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 horas atrás, Sisiphus disse:

Eu já vou passando da indiferença para o "rir interiormente".

Lembro de uma passagem nos ensaios em que Montaigne narra dois homens que entenderam a merda que era o mundo e como as coisas funcionam; um pôs-se chorar e lamentar tudo; ou outro, por sua vez, pôs-se a rir de tudo.

Desde que li tal passagem (combinada com o texto de Freud denominado "O Humor") venho tentando rir de tudo, ou seja não levar as coisas muito a sério, no deboche. Porém confesso: é extremamente difícil. Nosso ego é fdp!

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é amigos , a mais de 2 mil anos , o filósofo Sócrates decidiu ingerir  veneno para não contrariar seus ideais .

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
48 minutos atrás, Stan disse:

Lembro de uma passagem nos ensaios em que Montaigne narra dois homens que entenderam a merda que era o mundo e como as coisas funcionam; um pôs-se chorar e lamentar tudo; ou outro, por sua vez, pôs-se a rir de tudo.

Desde que li tal passagem (combinada com o texto de Freud denominado "O Humor") venho tentando rir de tudo, ou seja não levar as coisas muito a sério, no deboche. Porém confesso: é extremamente difícil. Nosso ego é fdp!

Se formos pensar realmente no que nos cerca, é de fritar o cérebro. Tenho uma amiga que se tornou ateia quando foi para um convento para da fugir da família fundamentalista evangélica que tratou sua depressão com exorcismos e "psicologia" do medo. Ela tem culto dentro da casa dela e todos acham que ela tem o demo no corpo. E o pior que ela tem agorafobia e não consegue sair da casa. 

Eu só fico indiferente pois não penso muito no assunto, senão...

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 horas atrás, Stan disse:

Lembro de uma passagem nos ensaios em que Montaigne narra dois homens que entenderam a merda que era o mundo e como as coisas funcionam; um pôs-se chorar e lamentar tudo; ou outro, por sua vez, pôs-se a rir de tudo.

Desde que li tal passagem (combinada com o texto de Freud denominado "O Humor") venho tentando rir de tudo, ou seja não levar as coisas muito a sério, no deboche. Porém confesso: é extremamente difícil. Nosso ego é fdp!

Nem tudo é para rir. Compete a cada um de nós fazer a nossa própria seleção do que é para levar a sério e do que é para rir. É perigoso meter tudo no mesmo saco: facilmente podemos cair num cinismo intelectual demasiadamente niilista. Não quero isso para mim.

É verdade, o nosso ego é fdp; o Montaigne também falou nisso referindo-se ao facto de estarmos constantemente a mudar não só face às ininterruptas pressões e influencias de tudo o que nos rodeia, mas ainda pelas nossas inerentes complexas características psíquicas e fisiológicas humanas; por vezes sentimos-nos heróicos, dali a bocado já temos medo sabe-se lá porquê, hoje sentimos-nos optimistas porque está um lindo dia de sol, amanhã porque dormimos mal ou nos doem as hemorroides, já julgamos o mundo como um inferno sem esperança, etc; para navegar em tudo isto, também escolhi seguir as pisadas do Montaigne: o meu principal dever é guiar-me a mim próprio o melhor que puder face às vicissitudes que se me deparem e tendo em conta as minhas caracteristicas pessoais. Não levar determinadas coisas a sério, afastar-me de pessoas desagradáveis, situações ou ambientes hostis à minha felicidade, não seguir costumes, crenças ou tradições que eu não partilho, fazer sempre que me é possível o que gosto, cuidar da minha saude, apreender e adaptar a sabedoria de pessoas que eu admiro à minha própria vida, etc, ou seja não há um manual que nos diga especificamente como podemos levar uma vida melhor, como domar as nossas emoções, como usar a nossa razaão, etc, compete a cada um de nós, eventualmente com a ajuda da sabedoria de individuos que se depararam com as mesmas questões, aprender a ser o mestre da arte de viver bem a nossa existência.

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 horas atrás, linho disse:

Pois é amigos , a mais de 2 mil anos , o filósofo Sócrates decidiu ingerir  veneno para não contrariar seus ideais .

Idealismo ou vaidade ?

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha, @Sisiphus, é impossível um cidadão operar as hemorroidas e no segundo dia após sair do hospital não clamar por deus e todos os santos na hora de ir no banheiro evacuar aushaushaushahsuahauahshauhsuahsuahsuahushaushahuahsuaa

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Russell disse:

Olha, @Sisiphus, é impossível um cidadão operar as hemorroidas e no segundo dia após sair do hospital não clamar por deus e todos os santos na hora de ir no banheiro evacuar aushaushaushahsuahauahshauhsuahsuahsuahushaushahuahsuaa

Russell, se isso é a sua confissão de ateu pecador (por clamar Deus em vão), fique sabendo que para essa sua fraqueza esfincteriana não existe perdão.:angry: 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, Russell disse:

Olha, @Sisiphus, é impossível um cidadão operar as hemorroidas e no segundo dia após sair do hospital não clamar por deus e todos os santos na hora de ir no banheiro evacuar aushaushaushahsuahauahshauhsuahsuahsuahushaushahuahsuaa

Eu não clamei, apesar da dor.  Se bem que atualmente há tecnologias que minimizam muito o pós e comparadas ao meio tradicional, esse último é medieval.  Se o fez por este, confesso ter ficado com pena do sr. B)

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vou mentir. Eu tenho preconceito contra crentes. Fica elas por elas. :P

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É meio tenebroso como o fato de ser ateu e não acreditar em nenhum ser superior nem em uma recompensa de alguma divindade apos a morte te deixa numa posiçao de desconfiança enorme com os outros.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Meloriver disse:

É meio tenebroso como o fato de ser ateu e não acreditar em nenhum ser superior nem em uma recompensa de alguma divindade apos a morte te deixa numa posiçao de desconfiança enorme com os outros.

Eu me recordo que quando em criança me foi ensinada na catequese a doutrina cristã, a "diabolização" do ateismo e da heresia era assunto frequente, daí a mim não me surpreender que nos recônditos da mente dos adultos que também passaram por esse processo de ensino religioso e que ainda não deixaram de ser crentes, exista ódio pelos ateus..   

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Intolerância ataca-se com humor e ironia:

(Se a legenda não aparecer, clicar embaixo em subtitles)

 

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, para começo de conversa devemos aceitar o fato de que todas as pessoas a maioria das pessoas tem preconceito ... Algumas pessoas conseguem esconder tão bem de si mesmo q as vezes até parece q não tem preconceito, hehe.

O leque de todos os tipos de preconceitos é tão grande q não cabe nem numa enciclopédia.

Preconceito contra ateu é normal, o anormal seria se não houvesse, hehe. Sejam bem vindo ao mundo. :P

E para ser sincero com os senhores, ultimamente eu estou odiando velhos. :D

https://www.letras.mus.br/marcos-valle/1364186/

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

 

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu vou rever esse episódio de black mirror pra entender melhor  porque somos tão odiados, hehe

Narciso acha feio o q não é espelho ... :P

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 16/03/2017 at 05:59, Sisiphus disse:

Houve outro pensador, não me recordo quem, que também no mesmo sentido dessa frase, disse que os grandes lideres (mas estupidos) que arrastam multidões, tinham mais sucesso do que os sábios, pois ao contrário destes, os estupidos nunca têm duvidas (veja-se o exemplo do Trump).

Bom, prefiro ser um bilionário estúpido do q um sábio pobretão. Deve ser por causa da miséria da philosofia. :D

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora