Nero

O casamento é uma instituição divina, ou falida?

286 posts neste tópico

1 hora atrás, Ricardo Sandre disse:

Meu caro, em geopolítica não existem santos. Todos querem o seu quinhão ... 

Não tem nada a ver com capetalismo. Esquece isso. :P

Sim, não existem santos, mas qual foi o quinhão do Mojica, por exemplo? 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Falou com o Mojica? :P

Pensamento da meia noite:

Não basta ser mojica, tem q parecer mojica.

 

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Ricardo Sandre disse:

O papo ficou interessante, de casamento para guerra nuclear. :lol:

O que o dois têm em comum? :P:ph34r:

Som no casamento :D:

(clicar embaixo em legendas/subtitles)

1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 08/05/2017 at 11:32, Brienne of Tarth disse:

pode desenvolver melhor isso aí?

Sacanagem com o menino! "desenvolver" é meio que complicado para ele. Sabe como é, é difícil ir alem do que  aprendeu no catecismo.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Casamento é uma divina comédia. Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que deu$ uniu, nada separa. O que deu$ uniu na Terra, o Ricardão ou a outra nunca vai separar. :lol:

Som no altar ...

https://m.letras.mus.br/planta-e-raiz/81153/

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se casamento fosse bom não precisava de testemunhas

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Casamento é um contrato ...

Antes de assinar este contrato para não incorrer em sérios prejuízos, é uma boa prática conhecer o histórico do outro(a). Se o outro já foi casado, o ideal é pegar uma carta de recomendação.:P

E mesmo assim não  é garantia de muita coisa. A fé ajuda, hehe.

Por que o rato não enxerga a ratoeira?

Porque ele só enxerga o queijo. :o

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ricardo;

Sou casado desde, talvez, 1980. Este que lhe escreve não é aquele cara tosco, babaca. Hoje sou outro babaca - quem não é?- mas não naquela personalidade. Sou apaixonado pela minha mulher. Cada ano que passa, mais apaixonado sou.

Não me interessa ser ou não ser como o rato, Inexiste sabedoria salvadora desta grande loucura que é viver. Tudo que podemos é prestar atenção.

Ontem estava pensando sobre a prática do Tai Chi Chuan, já longa, 22 anos, e pensava como aquilo entrou na minha vida e como, pessoalmente, busco. Busco o quê? Não sei, sei que é um rumo que gosto.

Nessas últimas três semanas estive completamente afetado, tomei vacina para Febre Amarela e lá me aplicaram, no mesmo dia, na mesma hora, uma de gripe. Passei três semanas entortado, sofrendo. Fui ao meu médico porque era terrível, tinha febre de 38,2, etc. Ele me disse o óbvio, que eram as vacinas e tinha de esperar isso passar, como agora já está quase passado.

Neste transe da febre, do descontrole corpóreo, de um sono que não cessava qualquer hora do dia, ao final me veio um pensamento sobre estar presente. A irrelevância de saber ou não, a bola de pingue-pongue que somos e fica pulando na mesa.

Viver, saber viver, prestar atenção na vida, nos afetos, isto é tudo. Verdade, verdade filosófica é gozo de punheta.

0

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora