edsonrsg

Membro
  • Total de itens

    123
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

15 Good

Sobre edsonrsg

  • Rank
    integrante
  • Data de Nascimento
  1. "Uma releitura da Alegoria da Caverna, do Platão. O problema da tal Alegoria é o seguinte: quase todo mundo que a conta se acha o iluminado que saiu da caverna. Santa prepotência!" Em primeiro lugar, devo discordar que o argumento seja uma releitura do Platão: A caverna do Platão se baseia em experiência empírica, enquanto que o nosso peixe filósofo tira a ideia dele simplesmente do nada! Cabe perguntar: O que levaria o peixe a ter uma ideia tão idiota? Ele não vê a luz, ele não tem a noção de acima, ele desconhece a "não água". Meu querido, a noção de deus tem base empírica: O Homem precisou entender e controlar a natureza, daí .....
  2. Neste caso o que existe é a crença e é ela que afeta a vida das pessoas. Vê-se que a existência, ou não, de um deus, na prática, não faz a menor diferença.
  3. Antes de mais nada, não podemos confundir religião com crença em espíritos ou mesmo deuses. A religião surge quando essas crenças são organizadas e surgem instituições que regulamentam essas crenças e exploram a boa vontade dos crentes. Dawkins talvez confunda as coisas, vírus são as crenças, religião é veneno vendido.
  4. Vou abordar a questão de um modo diferente: não importa se algo existe ou não, o que realmente importa é se este "algo" pode nos afetar de alguma forma.
  5. Nossa, "seu Dimas" não sabe o que o Isaac Newton já sabia em 1700 e lá vai fumaça, ou então tá de sacanagem .,....
  6. Estão discutindo coisas que os sociólogos e antropólogos já sabem há "milênios". O ser humano mé um ser social, logo ....
  7. Quanto ao pai de todas as bombas, há controvérsias: uns dizem que é o dinheiro, outros falam do poder, eu não sei, mas acho que ela é transgênica.
  8. Branca, Os heróis são TODOS(!) seus. Eu não tenho nenhum. Somente para o Gandhi dou algum refresco.
  9. "foi muito boa mesmo. Até a china já se moveu e foi dar um jeito no anão megalomaníaco da coreia do norte. Quem tem tem medo. Toneladas de amor fazem qualquer um se endireitar. Mas falando sério, você ta mesmo incomodado em terem acertado terroristas não é?" Vc ainda acredita que nessa história tem bonzinhos e mauzinhos, né? Bomba jogada dos céus é dos bons e só mata maus, bomba colocada à mão é dos maus e só mata bons. Leia sobre Dresden, sobre os bombardeios a Tóquio, sobre as bombas jogadas no sudoeste asiático.
  10. Aí lonewolf, Vaias para o gás e aplausos para a mãe de todas as bombas.
  11. "Em verdade vos declaro: não passará esta geração antes que tudo isto aconteça." Mateus 24,34 - Marcos 13,30 "desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi assassinado entre o altar e o templo. Sim, declaro-vos que se pedirá conta disso a esta geração!" Lucas 11,51 O mundo acabou há dois mil anos e ninguém notou. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
  12. "É verdade que é possível provar a não existência de uma hipótese?" Eu acho que vc quer dizer a veracidade, uma vez que a hipótese, é claro, existe. Provar a inexistência de algo é uma questão muito genérica para se ter uma resposta. Por exemplo, em matemática considere uma questão que não se conhece a resposta, em certos casos é possível provar que a resposta existe (mesmo que ainda não a conheçamos), em outros é possível provar que não existe resposta e em outros nem uma coisa nem outra. Eu creio que essa situação é generalizável para questões não matemáticas e, em particular, para a questão da existência/inexistência de um deus, onde acho nunca teremos uma resposta conclusiva (é obvio que eu não estou falando do deus maluco da bíblia).
  13. Poderia explicar melhor este comentário? Se refere ao texto do linque que postei? É esse mesmo.
  14. "Com a bomba você morre na hora, e o efeito é instantâneo e restrito" Só se vc der sorte. Existem milhões de deformados, cegos, paraplégicos, tetraplégicos decorrentes de explosões de bombas. Para mim isto não passa de hipocrisia: tudo é assassinato / genocídio.
  15. Gostaria de entender qual a diferença entre morrer(ou matar) com gás XXXXX ou com uma puta bomba.