The Nobody

Membro
  • Total de itens

    290
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

23 Excellent

Sobre The Nobody

  • Rank
    Um ninguém querendo ser alguém como qualquer um
  • Data de Nascimento

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Terra
  • Interests
    Ver o quanto posso estar equivocado com minhas opiniões que não respeitam a semântica, aniquilar meus resíduos religiosos e principalmente masturbação mental

Últimos Visitantes

280 visualizações
  1. nossa muito bem observado
  2. Otimista! Provavelmente é só mais uma prova do quanto sistema educacional brasileiro é lamentável
  3. Estamos debatendo sobre deuses ou o sistema de educação brasileiro?
  4. @Edgar Filho partindo do princípio que nada pode surgir do nada Quem criou esse suposto deus? Sempre será o melhor argumento Eu não vejo como é possível saber de fato o que houve antes do big bang, mas penso que é mais plausível dizer que o universo não teve um início, o universo sempre esteve lá, segundo Stephen Hawking o universo foi "criado" a partir de leis físicas. Ele diz que há uma lei física 'igual' a lei da gravidade que permite que o universo seja criado a partir do nada. Enfim recomendo que leia: Um universo que veio do nada
  5. Você esta esperando o Ivan? rsrsrs Mas faz um pouco de sentido sim... Crença: estado, processo mental ou atitude de quem acredita em pessoa ou coisa. ( somos ateus pelo simples fato de ter o bom senso de chamar qualquer "algo" de deus) "revela uma grande c." 2. fé, em termos religiosos. 3. convicção profunda. (você assim como eu não possuímos convicção profunda quando se diz respeito a metodologia cientifica? então é incorreto afirmar que possuímos de certa forma uma crença?) "sua c. no partido não esmoreceu" 4. opinião manifesta com fé e grande segurança. "nossa c. é de que venceremos" 5. p.met. aquilo ou aquele em que se crê; o objeto ou alvo de uma crença. 6. fil no pensamento medieval, fé religiosa, convicção na doutrina e nos ensinamento sagrados, considerados compatíveis e coerentes com a reflexão racional. 7. fil no empirismo moderno, disposição subjetiva a considerar algo certo ou verdadeiro, por força do hábito ou das impressões sensíveis.
  6. Vamos lá Eu sou ateu, me considero agnóstico/ateu, agnóstico por ser honesto suficiente para admitir que "eu não sei" se existe papai noel, fadas, zeus, ou o deus que você afirma sem evidência alguma existir e ateu por pensar "não é possível que exista um conceito de deus que atenda a nossa realidade verificavel" (Na verdade não sou muito diferente de você que é agnóstico/teísta pois você só não nega o deus que é mais conveniente para você) O modo como você afirmou que algum deus existe exigiria evidências extraordinárias, das quais sei que você não possui, então vou tentar inverter o ônus da prova. Porque eu sou ateu: Penso que deus é apenas um conceito humano que depende das circunstâncias para que seja criado, geralmente para suprir algo que falta( o nilismo de existir), penso que este conceito vazio chamado deus pode ser preenchido em quatro "espécies" 1- O deus mórbido: Esse é o deus mais ilógico e famoso de todos, está praticamente "morto" ( uso aspas porque nunca esteve vivo na realidade rsrs). Este deus é criado para suprir os medos, dificuldades, ignorância e principalmente fraquezas, esse deus da um sentido a vida de pessoas que necessitam preencher o vazio niilista da vida, então isso as torna mais manipuláveis que qualquer pessoa, acreditam em absolutamente tudo que da conforto para elas. Pessoas que acreditam no deus criado por uma religião geralmente é porque é mais fácil para essas pessoas negar a realidade, pois esse deus é um manual de instruções de como viver e aceitar tudo com palavras muito tentadoras e explicações fantasiosas de vida após a morte que são realidades muito otimistas, isso faz com que essas pessoas aceitem absolutamente tudo sem tomar atitude alguma pois no manual de instruções (bíblias) está escrito claramente que tudo faz parte de um plano maior ou algo do tipo, são crentes incuráveis desse manual de instrução. (atualmente esse deus só está vivo entre pessoas extremamente pobres em todos os sentidos que normalmente nem se dão ao trabalho de ler o próprio manual de instrução e deixam pessoas como Edir Macedo, padres e etc interpretar para elas). Sou ateu porque esse deus é tão ilógico que pode ser refutado até mesmo com o próprio manual de instrução da religião em questão, com simples questionamentos do tipo: "Mas como?" "porque?" toda a fantasia se compara com a ficção e histórias em quadrinho. 2- O deus pessoal: Esse deus é um muito difícil de descrever, cada um cria o seu próprio conceito por ser cético o suficiente para não cair nessa tremenda infantilidade que se chama religião, esse deus geralmente pode se resumir a "Isso é mais conveniente" exemplificando melhor é o deus que a maioria dos brasileiros se encaixa, pois só pode ser "assassinado" pelo conhecimento racional e lógico da própria pessoa, é explicado unicamente com experiências pessoais e não com um manual de instruções, mas é criado pelos mesmo motivos de sufoco niilista do deus anterior. Antes de participar do fórum tinha certa dificuldade em refutar esse deus, afinal eu não tinha como afirmar com plena certeza que essas provas pessoais eram inteiramente falsas, mas com argumentos de falsa verificabilidade presentes no livro "O mundo assombrado por demônios" pode ser "facilmente" refutado. Então sou ateu por não ver sentido em criar o meu deus pessoal porque tenho o bom senso de admitir que tudo depende de min mesmo e das circunstâncias favoráveis ou não, eu não posso controlar as circunstâncias, mas saber que eu posso dar o meu melhor para que as circunstâncias fiquem ao meu favor é o que me faz continuar e continuo ateu porque cheguei a um nível onde papai noel e deus são iguais, então não consigo ter o meu próprio deus. 3- O deus das lacunas desconhecidas: Esse deus em minha opinião é uma falácia lógica e uma versão teológica do argumento da ignorância. Caracteriza-se por responder questões ainda sem solução com explicações, muitas vezes, sobrenaturais ou desconhecidas que assim como todos os deuses não se pode ter uma evidência verificável, o deus das lacunas é apenas uma teoria que em minha opinião não faz sentido por falta de evidencias para sustenta-las ( se me permite dizer você pertence a esse deus eu acho rsrs). Esse deus pode ser qualquer coisa por ser um conceito vazio a ser escrito. ( esse deus pertence muitas vezes a pessoas muito bem instruídas, que assim como todos não suportam a realidade de morrer e que tudo que estão fazendo não existe sentido), mas mesmo assim não deixa de ser falso e um veneno mental. 4- O deus inexistente ( sim existem ateus que como eu que pensam isso, talvez esse seja apenas mais um deus pessoal): É o meu deus inexistente ( prevejo o pessoal me enchendo o saco novamente por dizer isso ) Se for provado que tudo que conhecemos e não conhecemos for parte de um ser vivo e somos apenas bactérias (em minha opinião todas as evidências cientificas estão apontado para isso) O que eu posso declarar quanto ao mais "plausível" deus: Talvez esse ser vivo que pertencemos pode ser considerado o tão procurado deus, mas mesmo assim serei ateu, pois jamais louvarei um simples conceito que é puramente criado por nós humanos e não pertence a realidade ( isso seria o mesmo que louvar o conceito da gravidade, ou seja não existe necessidade). Minha total e absoluta certeza é que esse "deus" não se importa de forma alguma com meros humanos e que esse ser não foi o responsável tecnicamente por criar tudo, pois se tudo é um simples átomo, esse ser racional provavelmente está procurando a sua origem também e voltaremos ao deus das lacunas... Conclusão: Sou ateu porque acreditar em um deus, me limita a pertencer ao deus das lacunas, acreditar em deus é muito fácil, obter um conhecimento da realidade é o caminho que já se mostrou abrir muito mais caminhos para nossa espécie... Se seguir a ciência de certa forma é pertencer a uma religião então eu quero ser o religioso que mais estuda a minha "bíblia" chamada ciência que até hoje provou que o sobrenatural não existe. Respondendo a sua pergunta: Sim deus sempre será o melhor argumento, pois é um argumento muito simples basta você acreditar! Ps: Foi um resumo bem porco do porque eu ser ateu, falta alguns detalhes que podem ser acrescentados com debate caso você se interesse
  7. Concordo! Talvez eu fique inseguro somente porque nunca presenciei brasileiros legalmente armados... Mas ainda sim mantenho a minha opinião: Maconha e armas não são prioridades no cenário atual
  8. Lamentável, mas o argumento do banido @Callegari (ainda não acredito que ele foi banido junto com um crentelho...) mas enfim o argumento era basicamente sobre o efeito Al Capone no trafico ilegal de bebidas que você deve conhecer "sem lei impedindo as pessoas de consumir, não existe crime e automaticamente não tem porque o trafico ser algo relevante no mercado"
  9. Feminista detected Calma foi só uma piada @Russell nunca iria falar sério algo tão "Machista opressor" a esse ponto
  10. Você esta certo! Mas então por favor substitua o termo "maioria das pessoas" por " um número de indivíduos considerável para que a cultura seja mudada" É um fato que o "normal" sempre foi definido culturalmente! Então não é tão fora da realidade imaginar isso concorda? Só que como eu disse teria que ter um método de conscientização eficiente, homofobia é muito mais complicado de se conscientizar as pessoas, pois não se trata de uma cor, mas sim de práticas obscenas, eu também sou extremamente conservador quando se trata de levar este tema para as escolas, eu entendo o ponto de vocês, eu entendo que não é simplesmente homofobia... mas algo precisa ser feito! talvez um "kit gay" com uma idade apropriada seila Mas espero que seja um consenso ao menos aqui no fórum que algo precisa ser feito contra a homofobia!
  11. ótima resposta Entretanto sexualmente você ainda é limitado e a relevância da minha piada não foi refutada Assim podemos concluir que ódio contra héteros pode existir sim @Dimas B L Ou então podemos não ser uns viados (no sentido de encher o saco, viado chato desnecessariamente emotivo) e apenas rir sem moralismo desnecessário. Afinal humor negro/politicamente incorreto são os melhores!
  12. Não me entenda mal rsrs Eu não quis dizer comportamento padrão! Apenas quis dizer que se não fosse a forma que esses fetiches fossem tratados culturalmente a maioria das pessoas iriam praticar tais atos ( talvez não penetração de fato, mas homossexualismo não se resume a penetração anal somente, são vários níveis de viadagem ) e penso que automaticamente o "normal" seria definido por um número aceitável de indivíduos e finalmente atos homossexuais seriam tão normais quanto ser branco, negro, japonês ... Entenda que não estou falando de direitos jurídicos (teoria), mas sim de uma conscientização moral e real de uma sociedade menos preconceituosa (prática) Mas utópico como sou, não tenho ideia de como fazer tal metodologia para alcançar essa conscientização... Mas o que eu posso dizer é que o movimento LGBT não está funcionando atualmente...
  13. Vou assistir quando chegar em casa , agora estou "trabalhando" kkkkk vou entender sim seu hetero condenado a ser limitado a sentir prazer somente com mulheres
  14. Realmente eu noto que você é muito mente aberta para todos os assuntos e isso é genial de sua parte sério. Mas eu também tenho repulsa por pelos, não por homens bonitos e depilados... Repulsa por pelos não prova nada Mas falando sério Eu não questionei nenhum argumento com embasamento cientifico que prova que somos seres que se reproduzem através do sexo heterossexual e por lógica somos "feitos" para ser heterossexual, eu só quero dizer que de um ponto de vista prático a nossa sociedade está muito longe de fazer sexo com o objetivo principal de se reproduzir, só estou dizendo que usar esse argumento embasado na ciência para considerar a felicidade de diversas pessoas com este "desvio" (ou seja la qual for o termo correto), sejam vistas com maus olhos culturalmente é um regresso tão grave que é digno de ser comparado ao racismo. por exemplo: Pedofilia é um desvio ABOMINÁVEL e mais do que concordo que a grande maioria @Poccnn pense que é imoral e que este desvio seja perseguido e intolerável. Então qual a necessidade de argumentar que ser heterossexual é normal de um ponto de vista cientifico, sendo que está discussão é inteiramente social? socialmente falando a homossexualidade em si é inofensiva! ( De forma alguma causa danos em uma sociedade como um todo) É o mesmo que falar: "Negros são superiores por possuírem mais melanina!" e isso virar culturalmente uma justificativa "racional" para odiar pessoas brancas (isso é LÓGICO de um ponto de vista cientifico, mas lhe pergunto: pensar dessa forma é realmente coerente para justificar o racismo? o mesmo acontece com a homossexualidade! o racismo não é mais grave que ser homofóbico, hoje socialmente ser racista já é considerado abominável, entretanto ser homofóbico é aceitável! Isso é muita hipocrisia e ignorância! Certo dia eu disse aqui no fórum: "Sonho um dia poder andar de mãos dadas com meu namorado sem que as pessoas nos olhem torto" ou algo assim E já fui chamado de incoerente atrás de privilégios... não estou querendo direitos iguais de um ponto de vista cultural? o que as pessoas de fato acham não é o que realmente importa? Eu crítico muito toda a luta LGBT atual, pois deveria ser somente uma conscientização nesse sentido, ou seja para conseguir o tão sonhado indiferentismo cultural quanto ao homossexualismo ( os famosos "direitos iguais"), mas este movimento usa metodologias totalmente equivocadas, e não representa de forma alguma a grande maioria dos gays ( acredito que está até piorando a situação na verdade), sinceramente eu só gostaria de pensar em uma metologia funcional e apropriada de conseguir o indiferentismo quanto a isso... e kits gays para crianças e ideologias de gêneros sem fundamentos não é o caminho de forma nenhuma!
  15. Meus parabéns você me mostrou o quanto estou sendo ilógico apoiar a legalização da maconha, mas questionar a legalização das armas A verdade é que não uso qualquer tipo de droga licita ou ilícita, então para min deveria ser proibido até mesmo o álcool e cigarro, mas infelizmente existem muitas pessoas que querem o direito de se matar aos poucos e eu sou a favor sempre de liberdade de escolha, então fico sempre ao lado do bem coletivo já que é uma utopia o completo bem de todos, em minha opinião até a decisão de suicidar-se deve ser repeitada por afetar exclusivamente quem praticou o ato, então comparar as armas e as drogas não é justo em minha opinião, justamente porque as armas estão diretamente ligadas a tomar uma decisão que afeta a terceiros, ter uma arma significa sim que você está pronto para atirar já que as autoridades "competentes" não estão fazendo isso por você. Sim já tivemos armas liberadas no brasil, entretanto não com a mentalidade atual que é #bandidomorto e uma população de saco cheio o bastante para votar no bolsonaro Sou a favor de melhorar a estrutura geral do Brasil, quando nós pudermos ser comparados com a noruega, podemos pensar em maconha e armas...