Um pensador

Membro
  • Total de itens

    80
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

3 Neutral

Sobre Um pensador

  • Rank
    membro
  • Data de Nascimento

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasil.
  1. A percepção de um indivíduo é formada tanto pelos seus genes como pelo modo de como seu cérebro é moldado pela experiência, isso é fato. Outro fato é que não existem cérebros idênticos, mesmo de gênios univitelinos os cérebros são diferentes. Pois bem, acontece de também existem diferenças gritantes entre os cérebros de outros indivíduos comparados ao meu e o seu que, por consequente, influenciam totalmente na percepção da realidade. Por exemplo, cerca de uma em cada 25 mil pessoas experimentam dois ou mais sentidos juntos, isso se chama sinestesia. No caso o interesse pela sinestesia é mais que uma simples curiosidade frívola porque corrói algumas de nossas premissas mais básicas, tanto sobre a percepção sensorial como sobre a natureza do mundo. Assim, me pergunto: o que torna o som som, a visão visão, olfato olfato, etc? Um padrão específico de ondas eletromagnéticas e a estrutura molecular? Reflitam novamente. Se uma pessoa experimenta o efeito das ondas de luz como música e outra pessoa sente o gosto de algo em resposta às ondas sonoras criadas pelo nome falado, quem deve dizer que as ondas de luz criam visão e não sabor ou que as moléculas, em vez de ondas sonoras, criam odores? Nesse aspecto, em suma, tudo que parece ser, pela autoridade que temos no assunto através da ciência, não parece ser mero voto da maioria? Tudo não passa de um consenso? Fonte: Richard Cytowic, Synaesthesia: A Union of The Senses (New York, Springer-Verlag, 1989).