Poccnn

Membro
  • Total de itens

    1.206
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    21

Poccnn last won the day on April 18

Poccnn had the most liked content!

Reputação

239 Excellent

4 Seguidores

Sobre Poccnn

  • Rank
    O que penso de tu? Meu ovo responde.
  • Data de Nascimento

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    No xibiu do Brasil.
  • Interests
    Kill! kill! kill!

Últimos Visitantes

504 visualizações
  1. Nao está por uma questão. Cigarro tem/tinha propaganda na mídia, as outras drogas (ilícitas) não. Só há consumismo dessas substâncias por dependência. Já existe mecanismos para isso. Quando uma pessoa compra algo por impulso ela pode devolver por desistência. Isso é uma falha de alguns humanos e o estado proveu direitos a eles de se arrependerem de seus erros. Eu usei isso como exemplo, mas se aplica a outras questões também. Controlar os excessos é sempre necessário. Se exisitr um excesso, diremos: de fanatismo, isso será combatido, para uma sociedade equilibrada.
  2. Necessário não é igual a essencial. É necessário ter? Essa é a pergunta. Dependência química. Concordo contigo. Mas o dever do estado não é proteger o cidadão? A pergunta é: até onde o governo deve proteger ou achar que pode proteger o cidadão? Tu deva saber que isso não condiz com a realidade. É só ver o nível de lábia que os políticos e pastores tem para extorqui e enganar os incautos. É nesse sentido que o estado tem que atuar para proteger o cidadão. Isso o governo já faz. Tu vê o governo fazendo propaganda pro-socialismo? Mas existe uma baita de uma propaganda capitalista. Sim lonewolf, só que tu és um ser consciente disso, a maioria que vive a trocar de celular toda vez que sai um novo é por pura propaganda de uma vida ilusória criada pelo sistema consumista. Isso se dá muito em escolas nas quais crianças sofrem bulling por não estarem na moda, ou não terem o celular de última geração e etc; e tu sabe o que se dá quando uma criança é deixada de lado de um grupo. Esse é o problema: criar uma sociedade de consumistas na qual quem não for será "excluído" dela. É diferente prover o necessário do excesso. Não é controlar vontades e sim excessos ou alienação. Consumismo é um termo cunhado para descrever consumidores desenfreados, aqueles que compram sem ao menos saber o do porque estão comprando. http://www.psicosmica.com/2012/04/oneomania-doenca-do-consumismo.html?m=1 Isso se torna um caso de saúde pública na qual o governo tem que interví.
  3. Não. Estou dizendo que é necessário a nossa vida contemporânea. Não para a vida contemporânea que a maior parte da população leva em grandes centros. Internet, celular e etc, são os meios necessários para o trabalho de diversas pessoas. Isso é uma questão de definição e não de subjetividade. Se algo é necessário para a vida de uma pessoa, logo não é supérfluo, mas se algo não é necessário a vida é meramente ego. Eu concordo que sempre existiu o ego, mas discordo quando se diz que é a mídia é moldada pela sociedade. A sociedade é que é moldada pela mídia. Tu já viu as propagandas de cigarro, principalmente da malboro, nos filmes e em todos os seriados de televisão? A sociedade passou a consumir cigarros de uma forma desenfreada só porque tal ator ou atriz ou está na moda fumar. Moda essa cunhada pela mídia e não ao contrário. Virou anarquista agora? Tu não acha que anarquismo seja também uma utopia? Não tem como viver em uma sociedade sem estado e se tem estado, tem alguém ditando leis e regras. A escolha é pessoal, mas a influência não. Veja que isso é tão verdade que existe uma lei que obriga o vendedor a receber de volta e devolver o dinheiro do consumidor caso ele se arrependa da compra. Se arrependeu por quê? Porquê foi influenciado a comprad algo que não le é necessário. Sim. As pessoas tem uma fraqueza que é explorada pela mídia. Por isso que o governo tentar prover meios para proteger esaas pessoas.
  4. Existem realmente apenas duas opções: o necessário e o supérfluo. Optar apenas pelo o que é necessário, nos torna simplistas e mais conscientes das coisas que nos são importantes em nossa vida. Nesse caso, internet, televisão, veículos automotores e etc, também são necessários a nossa vida. Coisas supérfluas são aquelas que não são necessárias para a vida de um indivíduo. Comprar todo novo modelo de roupa para estar na moda, comprar o mais recente modelo de televisão, já que o vizinho tem, eu tenho que ter o mesmo ou melhor do que o dele. Isso é apenas para satisfazer o ego. Essa satisfação de ego, de querer ter o mesmo ou melhor que o outro tem, é explorada e abusada pela mídia que cria essa ilusão nas pessoas para constrange-las, fazendo elas acreditarem que se não tiverem o mesmo ou melhor do que o do vizinho, ela é uma pessoa derrotada.
  5. Tu não entendeu a imposição do direito como ela foi declarada. Ao dizer homem e mulher e constituir família e deixar claro que família é um elemento natural, ela propõe que a família é constituida de um homem e uma mulher. Homossexuais estão fora dessa.
  6. Grandes perguntas e grandes respostas que incomodam muita gente.
  7. Isso não foi buda que disse, foi bunda:
  8. Eu também. Se eu pudesse eu iria para a antarctica. Dizem que a lua é feita de queijo por que é amarela com furinhos; então a antarctica deva ter rios de cerveja, mesmo que seja antarctica!
  9. Já percebeu como esses direitos humanos que se dizem serem imparciais são na realidade religioso?
  10. Colé invan da alameda. Tais virando anarquista?
  11. Quem tem consciência de vida tem medo da morte. Todo ser vivo foge da morte, logo ela tem consciência de vida.
  12. Tais cavando o próprio buraco da tua morte de vida.