Poccnn

Membro
  • Total de itens

    2.347
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    29

Poccnn last won the day on October 2

Poccnn had the most liked content!

Reputação

437 Excellent

5 Seguidores

Sobre Poccnn

  • Rank
    Metal Maloka! Tira o pino da granada!
  • Data de Nascimento

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    No xibiu do Brasil.
  • Interests
    Uma sociedade justa, sem preconceitos, sem opressão de qualquer parte e tipo. Denomino: A sociedade morta.

Últimos Visitantes

1.050 visualizações
  1. O cara nem sabe escrever corretamente, tu acha que ele liga para escrever deus com "d" maiúsculo?
  2. "nego" drama! hehe. É "nois manow". Fica na paz irmão. Suave na nave. hehe.
  3. Não critiquei ele por seus ideais e sim pelo seu jeito escroto de ser. Eu já tive o dvd dele intitulado "guns, god and government". As letras das músicas são interessantes, mas o que não me agrada é seu jeito escroto de ser.
  4. Esse cara é esquizofrênico. Chamar ele de doido é xingar as pessoas que estão nos manicômios.
  5. Eu gosto do hellhammer e um pouco da epoca do celtic frost. Acho que a parti dai eles perderam um tanto de sua essência.
  6. Penso exatamente desse jeito do vídeo. É isso ai.
  7. Nós já percebemos que tu aprendeu stan. Não entendi isso. Eu já li a bíblia e concluiu o seguinte: se esse deus existe mesmo, ele é um completo retardado. Mas prefiro a conclusão dois que é: pura invenção humana.
  8. Finalmente ele escreveu alguma coisa que preste.
  9. Para ser mais exato, estou me referindo a pobreza extrema. Pessoas que vivem precariamente. Eu também sou contra o salário mínimo, mas não por causa de economia e sim por flexibilidade. Quem tem que definir o salário que alguém vai receber é o patrão com o trabalhador. Sim. Vai de cada um. Não xingue os animais. Onde está os direitos dos manos? Digo, dos animais?
  10. Sim, mas leia o contexto. Usei o termo "pobreza" para específicar que é disso que estou tratando. Mas é um ponto na qual tu é contra, o salário mínimo; e é a favor do trabalho intermitente, na qual o funcionário receberá por hora trabalhada em escalas de jornadas irregulares. Trabalha uma hora hoje, duas amanhã e quem sabe mais uma semana que vem. Junte isso e no final do mês da quanto de salário? Não falei em resolver, falei em ajudar. Muita gente largava a escola pois tinha que por comida no prato. O governo passou a dar bolsa para manter as crianças na escola e só assim elas conseguiram ter um melhor futuro.
  11. Empresas falem sim e muito. Não é tanta certeza assim filho. Uma empresa em falência pode ser substituída por outra quando houver outra que possa tomar o negócio da falida. Sim. Ela será mantida enquanto houver necessidade. Essa necessidade abrange 365 dias por ano? Não; somente em datas festivas como feriados. Nessas datas o patrão contrata e depois que acaba, pode mandar embora e esperar a próxima data festiva para contratar de novo. E o infeliz o que fará nesse tempo? Sem dinheiro e tendo que por comida no prato? Não dá no mesmo de pagar a multa? E se o funcionario sair por justa causa, o patrão pagará dessa forma os 40% também da mesma forma.
  12. Estou falando de pobreza. Sem ajuda as pessoas não conseguiriam serem qualificadas. Tu estas pesando muito no capital e esquecendo o social. Tente por um momento pensar em um pai de família tentando levar comida pra dentro de casa. Tu se ateve somente a questão do bolsa família e esqueceu que eu citei educação. Me diga quantas pessoas entrarem e não saíram de faculdades e cursos técnicos formados para melhorarem de vida? Ajudou ou não?
  13. E o que vai fazer; deixar ela falir e falir também a economia do país? Duvido que isso seja uma opção viável. Vale lembrar mais uma vez que a nova regra trabalhista propõe demitir o funcionário quando bem quiser. Ou seja, menos dinheiro, menos consumo, menor economia e mais oferta de emprego. Então pegue a multa, dilua no fgts e pronto? Resolvido? Claro que não. Isso é empurrar o error. O certo seria uma contratação feita estritamente entre o patrão e o funcionário. Do modo que eles concordarem como será as questões trabalhistas, assim será.
  14. O estado pesa na questão cidadã. Exemplo: querem parar a lava jato para poder gerar empregos de novo e a economia voltar a crescer. Praticamente todos os países do mundo uma vez ou outra tiveram que salvar empresas da falência. Qual é o salário para alguém que trabalhou 1,2,3 dias e foi mandado embora? A nova regra trabalhista me garante fazer isso. Não exatamente. A priore o empregador pode pensar melhor na adoção de um funcionário pensando, não em demiti-lo logo que acabar o evento no aumento das vendas e sim pensando que aquele funcionário terá que ficar por um bom tempo na empresa. Pensa-se melhor antes de contratar, pois será, como sempre, uma aplicação de risco. Eu não acho. Acho sempre que a melhor solução é o diálogo: patrão/funcionário. Ambos acertam tudo e bola pra frente como foi acertado. Sim, verdade. Eu vejo que a melhor saída para isso é sempre um acordo de trabalho proposto entre o patrão e o funcionário.