Brancaleone J

Membro
  • Total de itens

    945
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    12

Brancaleone J last won the day on January 2

Brancaleone J had the most liked content!

Reputação

199 Excellent

2 Seguidores

Sobre Brancaleone J

  • Rank
    Carregado, destravado e na mira...
  • Data de Nascimento 11-08-1961

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Fronteira Norte - República do Sul
  • Interests
    Culinária quântica, pesca de taraíras,minhas abelhas nativas, militaria, minha esposa mignon e meus filhos lindos e geniais...
    E meu velho paiol cheio de geringonças, inventos e ferro velho.

Últimos Visitantes

652 visualizações
  1. Aqui foi. No sistema carcerário da erro.
  2. Achei bom. Vou repetir: A boa e velha biologia ajuda de novo... Somos animais. Um tipo de bicho que vive em bando tipo assim macaquinhos, lobos, formigas... Quando eu vejo alguém falar que "é solitário" me ponho a pensar se ele esta num cafundó do Himalaia tendo por companhia iaques e o abominável homem das neves ou se esta no seu apto, dependendo do cara da tv a cabo, do entregador de pizza, do porteiro e quem da sabe da mamãe fazendo seu todynho... Solitário é... sei dessa... Tá, eu sei, tá falando daquela solidão assim tipo alguém para viver junto, companhia, cobertorzinho de orelha... Primeiro se pergunte: Voce é uma companhia que vale a pena? Tem chulé? mau hálito? é petista (putz, fudeu) é de esquerda ( nóóóóssa ai é demais) Depois a gente fala mais de solidão...
  3. Li o texto sociedade moderna e o controle do discurso. Se substituir a palavra "sistema" - repetida à exaustão no texto - por "iluminatis", "reptilianos", "judeus", "burgues" ou "demônio" dá mais ou menos a mesma coisa ou seja, tem o "Tal do Sistema" pairando sobre toda a humanidade e meio que isentando a humanidade de suas belas e vastas cagadas já que todas estas porcarias seriam praticadas por conta de nefastas influencias conspiratórias e que no fundo os humanos são bons, decentes, honestos e só fazem as merdas que fazem por que são manipuláveis e imbecis... E que até este meu discursinho zoador é incutido e incentivado pelo " Tal Sistema" que assim dá falsa impressão que Ele ( O Tal Sistema) não existe e que tal e qual o diabo, a maior obra do sistema é parecer não existir... Em dada altura do texto, quando achei que já era ruim o suficiente, ele piora quando a moçoila e autora parece querer estabelecer que de alguma forma o marxismo ou coisa que o valha poderia nos libertar do "Tal Sistema" e que uma vez livres da opressão do "Tal Sistema" a humanidade viveria feliz, pujante e, igualitária e justa. Claro que eu sei que somos influenciados sim. Influenciados por tudo. Desde o clima até novelas, passando pelas características genéticas, raciais, sociais e mais um porrilhão de coisas, situações e ambientes. Somos animais, refletimos o meio em que vivemos e não se pode negar isso, mas daí a achar que tem o "Tal do Sistema" gerenciando todas estas influencias só pra gente beber mais Coca-Cola ou usar mais Avon já é exagero.
  4. Escreveu a Livia: Realmente acho que minha resposta não ficou muito clara, talvez eu diria que generalizada demais, pelo que percebo nos questionamentos aqui feitos. O materialismo-dialético, que aqui aduzi, tem diversas vertentes e formações após a sua concepção incipiente. Por exemplo, na ortodoxa ''teoria do reflexo'' de Engels, há uma tendência à reificação da verdade e à leitura do reflexo desta verdade de maneira perceptivo-descritiva, revertendo as limitações da problemática do materialismo contemplativo, que Marx critica nas Teses sobre Feuerbach; no caso o alvo se identifica, em seu sintoma pragmático, no papel ativo na vida social da constituição humana, inclusive do limite cognoscível desse ''conhecer'' relativo. Essa é uma visão engeliana do materialismo-dialético, porém temos também a discordância, dentro do próprio materialismo-dialético, por parte dos considerados realistas mais severos: a verdade, nesse caso, teria seu caráter irredutível — lembrando que Engels considera como redutível, por isso admite a existência de verdades absolutas como a integração de relativas — sendo única ao caso, de produção afirmada de acordo com as convenções representativas, há, portanto, nesse caso, o irreconhecível. Não estou evidenciando, neste parágrafo, a verdade em geral, mas sim a forma como ela se aplica ao ser consciente no materialismo-dialético, que pode se empregar aos casos materiais desenvolvidos pelo materialismo-dialético, durante e após o século XIX, como uma ferramenta extremamente útil. Sério gente, na boa, sem frescura nem estelionato intelectuall: quantos aqui entenderam o que a Livia quis dizer?
  5. A palavra "empreendedorismo" costuma ser usada para sacanear desempregados ou ameaçados de desemprego. Aqueles tapados que dão entrevistas afirmam que o "empreendedorismo" resolveria parte do desemprego ou seja, milhões de pessoas vendendo Avon ou sanduba natureba ou indo pra Amway (ainda existe?) São os mesmo salafrários que afirmam que "crise é sinônimo de oportunidade" ou a pior filha da putisse a se dizer prum desempregado: - que ele aproveite o período sem trabalho para se qualificar... é pra foder a vida do pobre diabo. Assim sendo, considerar que os desempregados pela automação se ajeitarão se qualificando e vendendo Avon ou pamonha é a mais fina flor da sacanagem.
  6. Vamos considerar que não existissem impostos. Vamos considerar que a corrupção fosse insignificante e que os serviços públicos funcionassem. Quantos aqui que acham que pagar impostos já é mais que suficiente contribuiriam de forma voluntária para custear o governo e seus serviços e se esta contribuição seria em valores próximos ao que paga em impost
  7. Pistola Colt .45 Surgiu da necessidade de abater certos nativos que insistiam em atacar os ianques e não eram derrubados pelas munições comuns embora atingidos várias vêzes. Diziam que estes nativos duros de matar estavam protegidos por espíritos. Nada disso. Eles enrolavam apertadamente faixas de tecido pelo corpo - Bem apertado mesmo - para reduzir a perda de sangue - e se entupiam de drogas. Doidões e sem hemorragia, aguentavam vario tiros de 38 e 9mm. Mas com 45 a coisa muda. Um projétil 45 não atinge o braço. despedaça o braço, quase arranca uma perna. Isso explica muitas possessões.
  8. Ai a discussão é sobre digamos, a reprodução dos tamanduás.... Ai descamba para discutir as regras gramaticais para analise sintática da expressão " tamanduás são bonitos" e ninguém mais fala de tamanduás trepando. Isso é considerado papo filosófico. Fui.
  9. É, cada grupo tem sua cota de diferentes. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
  10. Putz!!! sempre achei que omo sexual era algum tipo de sabão pra lavá as partes íntimas...
  11. Violência nas cadeias: Causa Um e única: Grana e poder. Indivíduos ou grupos de indivíduos que detém ou pretendem deter o monopólio da grana e do poder ou seus similares numa estabelecimento prisional. Só isso. Não tem putaria nenhuma de filosofia, de religião ou os cambau de bico. É grana e poder ou poder e grana. Lá dentro das prisões como aqui fora são os dois mesmérríssimos problemas, mudam apenas os meios de obtenção dos dois fatores. Religião nas prisões? mas é só mais um meio de obter poder e grana!!! PCC, FDN e IURD ou Católicos tanto faz. Vai ter sempre os que mandam, os que obedecem e a grana que une todos. Um pastor de cadeia tem tanta influência sobre seus fiéis cativos quanto o chefetinho local do PCC - e com certeza fatura coisa parecida... Se a fé de detentos os ajuda a recuperar? Como ateu admito que sim. Conheço dois que presos aprenderam a ler de forma decente só para poder ler 'A Palavra" e que postos em liberdade seguiram noutra vida que não a criminosa. Devem ter outros casos parecidos.
  12. Marxismo Cultural... Na verdade mesmo a gente aqui da direita chama de marxismo cultural muitas ideias tão imbecis quanto o marxismo original e como o pessoal da esquerda gosta de tomar para sí quase todas as ideias, que peguem também as ruins. Aqui na direita temos nossa cota de imbecis retrógrados - mais ou menos o mesmo percentual de imbecis retrógrados que tem na esquerda - e esta minoriazinha barulhenta fala e escreve muita merda tambem ou seja, noves-fora-resta-um, somos bastante parecidos... Alguns tapados da direita acham que tudo - mas tudo mesmo - que possa alterar ainda que minimamente seu "status quo" para produzir algum bem comum é " coisa de comunista" e criaram esta cretinice de "marxismo cultural". Já também a esquerdalha "expropria" boas ideias de direitistas decentes e passam a dizer que são idéias "de esquerda" -
  13. Tem umas coisas que explicam o atual péssimo estado de algumas situações. Alguns comentários aqui por exemplo. Por uma espécie de regra moral oriunda duma minoria, a bandidagem é coitadificada e torna-se um fardo para a sociedade e aqueles que como eu não estão dispostos a sustentar esta cambada são tidos como "revoltados" ou que estão "desabafando" e por ser revolta e desabafo não devem ser levado em conta e o que vale mesmo é a opinião de gente mais evoluída intelectualmente, com mais regrinhas de moral e que vivem numa utopia onde bandidos merecem 2, 3 , 4 ou 5 chances de recuperação... e a cada chance, mais uma vítima.... Mas quem se importa com as vítimas né? o que vale mesmo é uma sociedade que cuida dos que a fodem, que praticamente sustenta e protege os predadores dos cidadãos. Agir assim é ser intelectualmente superior, moralmente evoluído. Eu aqui sou mais simples que painel de fusca meiameia, o que me capacita a opinar sem me importar em parecer superior a ninguém e sem medo de parecer tosco e objetivo. Citaram um sujeito que tava preso per dever pensão e foi degolado. Tem que ver quem foi o filha da puta do juiz ou delegado ou diabo que seja, que o colocou numa lá. Eu fui preso uma vez por pensão e esta nem conta naquelas duas que citei.
  14. Galindo, se tivesse filhos, (não sei se tem), qual acha que era a pena a atribuir a um individuo que os violasse, torturasse e matasse? Em duas ocasiões ao longo dos 56 anos de vida aflorou meu "lado ruim" - e asseguro que é ruim pra cacete. Ruim mesmo E a propósito, conheço uma cadeia como "hóspede" - não um presídio, mas uma cadeia - ou melhor duas. Uma em Itajaí SC e outra em Redenção, no Pará. É ruim demais. Ruim mesmo. Coisa horrorosa e olha que fiquei na "ala dos bonzinhos" em ambas as ocasiões - benesse de ter uma graninha... E posso assegurar a qualquer um que causar dano intencional a minha esposa e filhos, a mais lenta e dolorosa das mortes que minha capacidade puder causar...