lightman

Moderador
  • Total de itens

    2.941
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    80

lightman last won the day on October 5

lightman had the most liked content!

Reputação

1.249 Excellent

Sobre lightman

  • Rank
    demented
  • Data de Nascimento 16-07-1975

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Piracicaba
  1. A realidade não é um balcão de negócios aonde você escolhe o pacote que lhe ofereça as melhores vantagens, não importa quantas pessoas gostariam que fosse. O Ateísmo é uma descrença que tem por base a completa falta de evidências que suporte a existência de qualquer divindade, se a pessoa quer ou não quer que deuses existam não vem ao caso.
  2. Faltam apenas mais 4.567 tentativas até que os militontos chegam a essa "brilhante" conclusão.
  3. política

    Essa mulher é incapaz de formar uma mísera frase coerente sem que alguém escreva o texto para ela, tenho todos os motivos para acreditar que ela não é capaz de lidar com competência em problemas técnicos complexos como esse, no máximo ela contratou alguém para fazer e assinou a bagaça, se isso é "um trabalho muito bom" me contratem que faço por um décimo do que ela ganhava.
  4. Excelente vídeo, continua achando sensato defender impostos no Brasil do modo que é a nossa política?
  5. Que sensações não são um bom intérprete da realidade. Um exemplo simples para demonstrar como nossas sensações são imprecisas: Coloque 3 bacias com água, uma delas com água gelada, outra com água bem quente e a terceira com água morna, mergulhe uma das mãos na bacia com água gelada outra na bacia com água quente e depois de alguns segundos mergulhe as duas na bacia com água morna, para uma das mãos a água estará quente e para outra estará fria mesmo as duas mergulhadas no mesmo recipiente. Ora, se as nossas sensações são falhas até para determinar a temperatura da água em uma bacia por que diabos elas deveriam ser levadas em conta quando se quer determinar a existência de um suposto ser criador que supostamente habitaria em outra dimensão da realidade que chamam de espiritual? São as mesmas pessoas que querem que acreditemos que um livro escrito por um povo que vivia num deserto há milênios atrás tem as respostas sobre os confins do Universo e da eternidade quando o mesmo falhou miseravelmente em indicar como funciona o nosso sistema solar e prover as respostas sobre a ancestralidade humana. Temos todos os motivos para duvidar desses livros e dessas sensações.
  6. Eu sou ateu pelo mesmo motivo que não acredito em lobisomens ou fadas. Não existem evidências que apontem a existência de divindades do mesmo modo que os seres citados. Mostrem uma evidência objetiva de qualquer divindade, assim como temos dos jacarés por exemplo e eu deixo de ser ateu na hora. Simples assim.
  7. A Verdade Nua e Crua? Nunca saberemos, podemos especular por milênios mas esse tipo de questão está fora do alcance, seja lá qual for a resposta correta. A ideia de divindade(s) transcendente(s), indetectável e incomunicável difere muito pouco de uma inexistente. A ideia de divindade(s) pessoal(ais), que supostamente se preocupa(m) com as ações humanas é completamente rechaçada pelo que conhecemos da História humana e sobre a Biologia.
  8. Sim, eu poderia responder com um sim ou não e a resposta é Não. Eu jamais afirmaria categoricamente que não há o Arquiteto, que a não existência de deus teria um percentual de 100%, o que equivaleria a ter certeza sobre isso, se leu meus comentários até aqui isso fica claro e sequer precisava ter perguntado. Você tem algum problema com interpretação de texto? Grifo meu:
  9. Não, são suas motivações subjetivas. Quando dizemos que a vida não tem sentido ou propósito nos referimos a isso em uma perspectiva existencialista, algo como projeto divino ou "plano de deus para a sua vida" como gostam de falar os crentes, não negamos que a vida tem seus prazeres e bons momentos pelos quais alguns podem encontrar propósitos subjetivos e, por que não, um sentido particular para a própria existência. Apenas negamos a objetividade dessas abstrações.
  10. Por que o Universo não poderia ter sempre existido? Ou as (pré) condições que o tornam possível terem sempre existido? Ou toda essa conversa ter um erro crítico de nossa percepção cronológica? Como já dizia o pai da Relatividade, o passado, presente e futuro não passam de persistentes ilusões. As possibilidades são infinitas e é provável que nunca saberemos, a ideia de um arquiteto é fraca e não merece crédito porque não é suportada pelas evidências, até aonde conhecemos o Universo não dá indícios de projeto ou propósito, pode até ser mas não é a direção para qual as evidências apontam. Apresente tais evidências e estaremos prontos para mudar de ideia.
  11. O vídeo não fala no "Nada", é sempre você que coloca isso na boca de quem não concorda com o tal projetista. Não ter um projetista não implica no "Nada". Uma coisa é dizer que não sabe, outra é dizer que sabe que tudo veio do nada, ninguém aqui ou nos vídeos postados disse tal coisa.
  12. A falácia está em argumentar que a opinião de uma maioria seria relevante para o tema discutido e os títulos e diplomas de alguém seria um argumento em favor de uma visão da realidade. E qual exatamente a incoerência do vídeo do Neil? Você não apontou nenhuma. A incoerência do Lennox já foi apontada pelo Wolph, replique e a discussão pode continuar.
  13. E qual a relevância disso? A realidade não é uma democracia definida pela opinião da maioria. As evidência apontam para o que o Neil disse não importa o quanto um filósofo discorde da ideia e de quantas pessoas concordem com o tal filósofo. São as evidências que importam, não quem Neil é ou deixa de ser.
  14. Usei um exemplo extremo para ilustrar o seu erro, ao invés de replicar a acusação de falácia demonstrando o porque não seria ou apontar a falácia na argumentação do Membro Fantasma você começou uma enxurrada de títulos. Não é assim que a coisa funciona por aqui.
  15. E se é para brincar de apelo a autoridade nós também podemos fazer o mesmo. Esse vídeo mostra a opinião de um dos maiores cientistas da atualidade: