Fóruns

  1. Debates

    1. Ateísmo

      Debates, questionamentos, definições e argumentos envolvendo ateísmo.

      6.881
      posts
    2. Ceticismo

      Sobre ceticismo e a postura crítica de questionamento.

      1.381
      posts
    3. Ciência

      Sobre ciência, suas descobertas, limitações, procedimentos, utilidade, história etc.

      2.770
      posts
    4. Filosofia

      Temas filosóficos como existencialismo, ceticismo, niilismo, pessimismo, racionalismo e diversas outras correntes ligadas a questões da existência humana.

      4.693
      posts
    5. Política

      Sobre política, laicismo, movimentos, ideologias.

      10.531
      posts
    6. Religião

      Sobre os sistemas de crença na existência de um ente supremo como causa, fim ou lei universal.

      5.406
      posts
  2. Área livre

    1. off-topic

      Para debate de temas quaisquer, desde que estejam fora do âmbito dos outros fóruns.

      21.745
      posts
    2. Humor

      Expressão irônica e engenhosamente elaborada da realidade.

      13.675
      posts
    3. Novatos

      apresentem-se, novatos.

      1.144
      posts
  3. Suporte/manutenção

    1. Ajuda

      Para esclarecimentos sobre o funcionamento e utilização do fórum, wiki e chat.

      1.326
      posts
    2. Administração

      Seção destinada a mensagens, anúncios e avisos importantes sobre a administração, configuração, regras e funcionamento do fórum.

      330
      posts
  4. Arquivo

    1. Arquivo

      Tópicos arquivados para referência.

      4.536
      posts
    2. Lixeira

      Corredor da morte dos tópicos incuráveis - apagados em 30 dias.

      981
      posts
    Shoutbox
    Cadastre-se para poder usar o Shoutbox
  • Aniversariantes de Hoje

    1. krakoowaka (29 years old),
    2. philipe (33 years old),
    3. Vinicius DG (21 years old)
  • Quem está no Chat

    Não há usuários atualmente na sala de bate-papo

  • Quem Está Online (lista completa)

  • Posts

    • Não concordando, mas entendendo o argumento que ele quis passar, é que o governo é um administrador de recursos, seria como um condomínio aonde os inadimplentes seriam maioria e eles ficariam a cargo de definir quanto de multa estariam dispostos a pagar. O voto obrigatório faz que essa massa seja mais influenciada por benefícios a curto prazo que se transformam em problemas a longo prazo. Como a multa de 40% na rescisão de contrato, a princípio traz certa estabilidade no emprego privado, mais em contrapartida é um dos principais motivos que desestimula a contratação legal.  
    • Para aquele subjugado sempre será sem o consentimento. O homossexual enforcado numa teocracia não irá consentir obviamente, mas ao mesmo tempo a maioria esmagadora da população irá dizer que foi algo necessário e/ou justo. Isso se aplica a sociedades com liberdade religiosa. Lá as mulheres podem realmente se expressar e decidir o que der na telha. No carnaval do rj se quiser sair só com um band-aid cobrindo o corpo você não será açoitada no meio de todos. Agora em muitos países islámicos essa não é a realidade, as mulheres são submetidas ao julgamento da família, da religião e do estado. Trata-se então em tipos de julgamentos, na sociedades mais liberais você pode se vestir como um mórmon ou uma testemunha de jeová e poderá realmente ser rotulado, como tudo que fazemos que difere da maioria (como se declarar ateu por exemplo), mas é o máximo que irá lhe acontecer, mas nos países islâmicos você terá punição física, psicológica e judicial. Portanto existe uma grande diferença. Não tem como afirmar que não há possibilidade de cura até que se faça o experimento. Não existe lógica no que você afirmou. Se tenho que ter certeza do resultado positivo para que realizar o experimento. É como a aids, não se tem certeza de como curar definitivamente seus efeitos, e nem por isso vários tratamentos deixam de ser testados, sendo eficazes ou não.
    • Sem dúvida!
      Tem também Nova Zelândia, Malásia, Coréia do Sul, Singapura, Bangkok.....que enfiam a gente no bolso umas 10 vezes em qualquer quesito de desenvolvimento humano. Eu passei uma boa temporada na Ásia recentemente (nunca tinha ido para aquele lado do mundo) e minha cara foi ao chão tamanha a minha ignorância e pré-conceito que eu tinha devido a uma pré-imagem ridícula na minha mente que sei lá porque existia. Hoje eu escolheria morar em Kuala Lumpur a Miami, por exemplo. 
    • O “desnecessário” nesse contexto significa “o que seja provocado sem consentimento direto do indivíduo que sofre, e/ou que cause dano, seja físico (incluindo mental), seja material”. Seria na verdade um complemento ao que diz a Declaração Universal dos Direitos Humanos. No caso de torturas seria mais fácil identificar; a questão estaria em certas situações mais “cinzentas”, sobretudo as que incluem dano mental, pois é algo – até o presente momento – subjetivo e dificílimo de ser mensurado. Por exemplo: deixar o rosto coberto em lugares públicos: se não há sofrimento desnecessário, não póde ser proibido. Usar niqab ou burka: para além da questão do consentimento direto da mulher, se for constatado que causa algum dano mental, deve ser proibido. Rotular alguém de fórma negativa. Etc. Então a questão difícil aqui seria se há ou não dano mental (e se é irreversível), e isso a ciência se encarregaria de responder. No caso de animais não-humanos, não vejo solução fácil, talvez no máximo poderíamos racionalizar isto da seguinte fórma: experiências de drogas com animais só são classificadas como desnecessárias se não há a possibilidade de cura de doenças em humanos.
    • De acordo com o codigo penal brasileiro sim.
  • Tópicos