autor: Antônio Abujamra

 
  • Voltaire quando do terremoto de Lisboa
      29/05/2011
    Ó infelizes mortais, ó terra deplorável. Ó ajuntamento assustador de seres humanos! Eterna diversão de inúteis dores! Filósofos alienados que proclamam: — tudo vai bem. Venham contemplar essas ruínas horrendas, esses destroços, esses farrapos, essas cinzas malditas, essas mulheres e ...